Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

Luxo

 

Haverá poucas coisas que dêm tanto prazer como uma boa conversa com alguém que nos entende, alguém que entendemos. Com alguém que tem coisas para nos dizer e a quem temos coisas para dizer. Mesmo que sejam nadas, mesmo que sejam ditas pelo simples prazer de trocar palavras, trocar experiências, trocar ideias.

 

E se entre nós e esse alguém se interpõe uma mesa com iguarias raras, sofisticadas, degustadas devagar como merecem, como merecemos... melhor. E se ao jantar se segue um copo de whisky e ainda mais palavras, com Lisboa e o Tejo aos nossos pés... melhor ainda.

 

Às vezes, viver é um luxo.

 

publicado por Ana Vidal às 11:20
link do post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Luxo

favoritos

Fado literário

O triunfo dos porcos

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Subscrever feeds