Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007

Na qualidade de falecido


- Olha, Jaquim, hoje na te trago flores, home. Trago só um papel do tribunal, diz qu'é p'ra ires lá daqui a dez dias levantar uma certidão. Na sei o qu'eles querem, mas olha que tratam as pessoas com respeito. Essa é qu'é essa. Na te chamam morto, tás a ver? És falecido, qu'é muito mais fino. Agora na te esqueças de te pores p'raí a parvalhar à conversa co's colegas de campa ou a beber copos co coveiro, e depois nunca mais t'alembras de lá ir... olha qu'isto agora tá sério, co tribunal na se brinca. Dez dias, Jaquim, ouvistes? Na me desgraces, home! Já basta teres-te atirado ó poço...




Clique sobre a imagem para aumentar

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 22:52
link do post
4 comentários:
De ana vidal a 8 de Setembro de 2007 às 01:57
Mando... não mando... Não mando!
:)
De JG a 8 de Setembro de 2007 às 00:07
Levo... não levo... LEVO.
Manda-me a conta, pf.
De Mad a 6 de Setembro de 2007 às 14:48
Portugal no seu melhor!
De RAA a 6 de Setembro de 2007 às 13:30
A burocracia em todo o seu estupor.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds