Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Ainda a propósito de aniversários...


Conselhos para agradar apesar de tudo

Ter um sorriso nos lábios e uma flor na lapela.

Vestir-se com tecidos suaves, veludos, tweed, caxemira, que dêem vontade de acariciar.

Para não cheirar a velho, retirar dos bolsos as bolas de naftalina e pôr um pouco de perfume distinto, que dê vontade de cheirar.

Não usar cores demasiado vivas, mas as tonalidades da sua estação, o Outono.

Comer feijões finos para ficar extrafino.

Ser desenvolto, leve, nunca pesado. Como os elefantes para atravessar o lago gelado, caminhar na ponta dos pés. Saltar para não se afundar.

Não falar como um livro, não se tornar grave e sentencioso, ficar malicioso, troçar de si e de todos.

Ser pessimista e jovial. Saber dizer asneiras.

Cultivar o inútil e as rosas, o escárnio e as abóboras-meninas.

Aprender de cor poesias para poder dizê-las sem óculos e no escuro.

Ser curioso e ambicioso.

Não se queixar, de manhã, de ter dores por todo o corpo. Pensar que as pequenas dores nos fazem companhia, ocupam o espírito, ficamos amigos. E quando já não as temos, aborrecemo-nos. Lembrem-se que, «passados os cinquenta anos, se acordarmos sem ter nenhuma dor, é porque estamos mortos», mesmo.

Jean-Louis Fournier

(O humor corrosivo de Jean-Louis Fournier, roubado no Zoo Bizarro , o blog do meu amigo JG)

publicado por Ana Vidal às 22:53
link do post
10 comentários:
De samuel a 14 de Fevereiro de 2008 às 01:30
Pronto... nunca mais digo nada durante metade da manhã :)

Abreijos
De PSB a 14 de Fevereiro de 2008 às 01:05
Sofia
Agradeço o comentário (e depois há quem me chame vaidoso), mas eu só fiz 25...
Beijinhos também para ti
De Sofia a 13 de Fevereiro de 2008 às 16:31
Eu posso ensinar-te umas coisas sobre ambição! Já que tu me ensinas sobre a falta de juízo... (LOL)

Desculpa, realmente devia ter comentado com um nos meus outros nomes, para não dar tanto nas vistas e para não criar problemas de estado! (LOL)

beijos
p.s. Já adivinhaste quem era? Já não dou mais pistas!
De av a 13 de Fevereiro de 2008 às 11:40
Obrigada, Hetie. Muitos parabéns para si também, e que tenha um óptimo dia de anos, com tudo o que lhe apetecer.
Um beijinho
De Hetie & Claudio a 13 de Fevereiro de 2008 às 03:48
Ola. nao sabia que ontem foi seu aniversario. PARABENS! Voce tb gosta de fazer aniversario como eu? pois hoje eh dia do meu desaniversario...e comemoro tb... sou muito crianca (minha alma eh infantil - "peter/a pan/a?"... quem sabe...
Que voce seja feliz, como as gaivotas e sua vida seja sempre cor de rosa...Abracos...Hetie
De av a 13 de Fevereiro de 2008 às 02:29
Claro que não é pejorativo, pelo contrário. Mas é que não sou, mesmo, e às vezes até tenho pena.
Tu não me arranjes problemas: queres que eu não tenha juízo para me seguires o exemplo??? E depois a cota é que paga as favas, não é?
Ó p'ra ela...
De Sofia a 13 de Fevereiro de 2008 às 02:12
Querida, ambiciosa não é pejorativo... muito pelo contrário... mas, realmente, curiosa cai melhor em ti!
Olha lá, mas onde é que tu me ouviste falar em juízo? Desta vez não disse nada! É do hábito, não? De ti espero que não tenhas muito, para eu poder seguir o exemplo! ;)

E olha, mesmo que faças essa troca, para o ano, vais ser sempre mais velha do que eu! ;)

Beijinhos miúda!

PSB, tenho o prazer de o informar que, para a sua idade, está muito bem conservado! Acredite em mim!
Beijinhos também para si
De av a 13 de Fevereiro de 2008 às 02:01
Oh minha abóbora-menina, tu tens muita sabedoria para tão poucos anos!
Acertaste no azulão, que é uma cor que eu adoro vestir. E caxemira e seda, sim, directamente em cima da pele. Nada melhor. Juízo? Às vezes tem mesmo que ser (é isso que esperam de nós os da tua idade...) mas depois passa, felizmente. As poesias tenho mesmo que decorá-las, ou não me safo em brilharetes no escuro, sem óculos. Mas não sou pessimista nem ambiciosa. Curiosa, sempre. Entre a bailarina e o elefante... olha, nem comento. E as dores... bom, as de alma são as piores de todas. O resto aguenta-se bem.

Beijinhos

Pedro,
Bom truque, mas tenho que me despachar. Já não tenho muitos anos para essa ilusão de óptica. E há Vida, sim, mas só para quem sabe e quer vivê-la.

Beijo
De PSB a 13 de Fevereiro de 2008 às 01:25
Humor delicioso a dar-nos conselhos de ouro, aos 'cotas' (que vocábulo horrível) da nossa geração, para nos sentirmos sempre miúdos.
Da última vez que fiz anos, troquei as velas do bolo de posição e apaguei uns fabulosos 25 anos, tal como me sinto. Pena tenho eu que, a partir dos 55, este truque passe a ser desfavorável. Mas volta outra vez à ribalta a partir dos 60. Haja Vida!
De Sofia a 13 de Fevereiro de 2008 às 00:31
Ainda a propósito de quem fez anos ontem:

- tens um sorriso nos lábios, mas põe a flor no cabelo;
- Vestir o que apetecer, nas cores da moda que ainda estás na Primavera... e o azulão fica-te bem...
- passeia como se fosses uma bailarina que saltita, elegante, entre caixinhas de música...
- podes dizer: - Ai que grande disparate que tu fizeste! Mas pôr 'aquele' sorriso logo a seguir.
- Mais do que saber dizer asneiras... saber fazê-las, privilégios da idade!
- Aprender as poesias todas, porque é bom saber poesias, anima a alma... mas continua a pôr os óculos, porque até tem graça...
- Curiosa e ambiciosa, não é preciso passares a ser...
- Dores? Quem se queixa das dores nas cruzes sou eu... e ainda sou nova!

um beijinho

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds