Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Pérolas na Blogosfera VI


«DESCULPA (em sentido figurado)
Não gosto que me peçam desculpas, nunca gostei. Prefiro que se dêem ao trabalho de não repetirem os mesmos erros, as mesmas faltas, os mesmos delitos de sempre. Por isso mesmo, nunca peço desculpa. Desculpa-me, pois, que não te peça desculpa por não aceitar o teu pedido de desculpas. »


Nota:
Encontrado no Insónia, do Henrique Fialho (23/8).
Imagem: Quino.
publicado por Ana Vidal às 13:34
link do post
3 comentários:
De ana vidal a 10 de Setembro de 2007 às 16:03
E mais: as consequências para quem não é capaz de pedir desculpa são, normalmente, parecidas com o que aconteceu ao rapazinho da ilustração do Quino (esta associação foi da minha lavra, não estava no Insónia).
De ana vidal a 10 de Setembro de 2007 às 15:59
Pois é, JG, tens razão. Gostei do trocadilho (está bem esgalhado), mas acho que sermos capazes de pedir desculpas e de aceitá-las é uma coisa fundamental. Um exercício de humildade muito útil, por sinal.
De JG a 10 de Setembro de 2007 às 15:48
Um exercício de palavras sobre um conceito errado.

Oscar Wilde escreveu que um dos direitos fundamentais do homem deveria ser "o direito a contradizer-se". E o "pedir desulpa" não é mais que exercer esse direito. E aceitar as desculpas um dever muito humano, desta vez não no sentido figurado.

Bjj

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds