Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

You are here you are eating...

Passam a vida a gozar com o meu tradutor Google. Com razão, por acaso: as traduções são hilariantes e nem quero pensar no que os estrangeiros que as usam acham deste blog. Apesar disso, o número de leitores do Porta do Vento aumentou espantosamente, desde que instalei aquela ferramenta maluca e aparentemente inútil. E vêm do mundo inteiro, vá-se lá saber porquê. Há gente estranha em todo o lado.

Deixo-vos um exemplo das tais traduções, não deste blog (para não afugentar a clientela) mas de uma ementa de um restaurante no nordeste brasileiro. Emprestado pela Madalena, do Juro que tenho mais que fazer. Os comentários a encarnado são da Mad. Aqui vai:


«Coitados dos turistas anglofalantes que aterrarem inadvertidamente em Parnaíba! Vejam a tradução para "ingalês" do menu do restaurante onde jantei ontem (pagaram 3,00 por cada página!), feita pelo filho da cozinheira, que pôs o tradutor do Word a render:»

Bolinho de peixe à milanesa
Cookie fish to the milanesa
(how peculiar... they start with a desert!)
Peixe frito - pescada
Fish I fry - fished
(I have to cook it myself ?!)
Batata doce frita
Potato candy fries
(another desert?)
Camarão no bafo
Schrimp in the bafo
(what the hell is bafo?)
Filé trinchado
Trinchado filé
(what the hell is trinchado?)
Filé trinchado com fritas
Trinchado filé with you fry
(shit! don't these guys have a cook?)
Patinha de caranguejo à milanesa
Patinha of crab to the milanesa
(ah!, here's the two cooks: Patinha and Milanesa)
Filé à suíça com recheio de presunto e queijo
Filé the whisker with filling of ham and cheese
(cat food???? it can't be!)
Filé medalhão
Filé the medalhão
(this one must be the boss)
Filé com fritas ao ponto
Filé you fry to the point
(I'm getting outta here...)
Peixada frita
Fished it fries
(Cool!, this dish fries itself)
Pinga quente
It drops hot
(On me?! Are you fucking crazy?!)
Caipirinha de pinga
Caipirinha of drips
(now we're getting somewhere...)
Refrigerantes
Coolings
(Ah, to keep bottles cool. ok)
Casquinha de carangueijo
Casquinha of crab
(I'm lost again...)
Temos doces caseiros
Temos doces caseiros
(I give up...)
Peixada à brasileira - pescada
Peixada to the fished brazilian of
(Fuck!!!, they're cannibals!!!!)
Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 23:12
link do post
4 comentários:
De ana vidal a 3 de Outubro de 2007 às 16:25
Randon,
C'est moi, oui...
Hã... Yupiiii, voltaste! Já te descobri, não tens safa. Agora já tenho outra vez onde roubar pérolas para os meus colares.

Beijo
Loulou
De ana vidal a 3 de Outubro de 2007 às 16:03
Também eu gostava de saber o que lêm aqui os que não percebem português...
De Oriana a 3 de Outubro de 2007 às 11:15
Já tinha visto no blog da Madalena precisamente, mas é de morrer a rir... Sabes que uma vez no Bairro Alto me perguntaram, uma daquelas senhoras muito bem postas, ao lado de um campino vestido a rigor: "vai um fadinho?" Confesso que não respondi! Mas em vez de me tomarem por pouco educada, insistiram: "quieres oir un fade?" :)

As traduções do teu blog são fantásticas, adorava ver comentários de quem lê em inglês, chinês ou alemão... depois traduzíamos com o tradutor e estava tudo em sintonia!

Un beso
De rAndon a 3 de Outubro de 2007 às 03:02
C´est toi, Loulou?
Até amanhã!

(este trdutor do Google é um sábio)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds