Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Sunday, bloody Sunday

À chuva, não tenho a destreza deste senhor.
Sou mais parecida com este.

Mas tenho ainda mais azar do que ele. Em vez da lama, que sempre é macia, o que me esperava ontem era um chão de pedra. Resultado: um serão nas Urgências da Cuf, à espera de uma radiografia que confirmasse o que eu já sabia - uma fractura do nariz. Mas não é tudo: na sala de espera, para entreter os pacientes (acidentados, quase todos), havia um plasma que passava videos de... quedas!!! Com gargalhadas de fundo e tudo. Os hospitais portugueses têm um estranho sentido de humor.
Enfim. Pior serão de Domingo, só a ver os programas da TVI.
Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 12:08
link do post
19 comentários:
De av a 21 de Fevereiro de 2008 às 17:47
Mas podem combinar o jantar, que eu vou na mesma. Têm é que prometer todas não rir muito da (e na) minha cara...
bjs
De tcl a 21 de Fevereiro de 2008 às 01:12
estava a brincar, mas realmente não tem graça nenhuma quebrar o nariz, ainda por cima deve doer horrores... tadita... fica boa depressa! bjs
De av a 20 de Fevereiro de 2008 às 21:47
TCL, és mazinha! Um mimo mesmo, entre o Cyrano e o palhaço pobre. E um bocadinho de Rocky Balboa, para compor o ramalhete. Não querias mais nada... uma fotografia para gozar o prato, hein?
bjs
De tcl a 20 de Fevereiro de 2008 às 15:44
disse-me a prima que esmurraste o nariz, que não foi por um triz, mas o que deus quis. Estou eu dois dias sem vir aqui, o que nem é habitual que eu cá sou cliente assídua do porta do vento, e tu fazes uma coisa destas? Deves estar um mimo! Podias mandar uma foto para eu me rir? Estás assim tipo cyrano ou mais estilo palhaço pobre?

Beijos e melhoras rápidas
De av a 19 de Fevereiro de 2008 às 23:58
Já vi, LOL! Boa sugestão para o casamento, acho que vou adoptar a ideia...
De MariaV a 19 de Fevereiro de 2008 às 23:17
Prima, mandei-te por mail uma sugestão para disfarçar o teu nariz partido. Não é para agradecer...
De av a 19 de Fevereiro de 2008 às 11:47
Manel, o meu nariz agradece o elogio e espera não decepcionar, no futuro.

Sofia, LOL!
A bailarina desastrada agradece os miminhos todos que teve, e lamenta o quase desmaio (ao ver tanto sangue) de uma certa afilhada mariquinhas...
E a verdade é que me safei aos cozinhados, pelo menos por uma refeição!
Beijinhos
De Sofia a 19 de Fevereiro de 2008 às 11:40
A história foi mais ou menos assim:

Era Domingo e a balarina estava dedicada à sua caixinha de música, quase na hora de fazer jantar. Resolveu parar de dançar e ir dar um passeio, para presentear a sua afilhada. Esqueceu que chovia e que não poderia saltitar com os seus sapatinhos de bailarina, mas teria de deslizar nos seus patins.

E então, mal saltou da caixinha, fechou a tampa e caiu dentro do guarda-chuva que protegia o seu carrapito, batendo com o seu delicado nariz no chão. Se fosse a Mary Poppins teria voado, mas era só uma bailarina! Aí a bailarina preocupou todos os seus admiradores que correram com ela para hospital, sendo que alguns quase desmaiaram só de imaginar. A notícia era a esperada - nariz partido, mas ninguém o transformou num narizinho de jogador de futebol, com tala e tudo... só gelo e muitos miminhos, que ela merecia!

Moral da história: para a próxima não precisas partir o nariz para não fazer jantar!
beijinhos
De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2008 às 10:08
Ana, aqui ficam os meus sinceros desejos de rápidas melhoras e espero que quando tudo regressar à normalidade o narizinho fique tal como era. É que tu até tens um nariz bem feitinho.

Manel Teixeira
De av a 19 de Fevereiro de 2008 às 01:33
Certíssimos, minha amiga. O humor negro é o meu preferido, além de que é a cor do meu nariz, neste momento. Tudo condiz, portanto.
:)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds