Sábado, 8 de Setembro de 2007

Bette Davis, the one and only


“Os homens preocupam-se incessantemente e ficam ressentidos por causa da liberdade recentemente adquirida pelas mulheres nas suas carreiras profissionais. O que não sabem é que a Grande Ansiedade é desnecessária. As mulheres nunca foram, não são e nunca serão independentes dos homens que amam. Todas as mulheres sabem disso. Só os homens se mantêm cegos à realidade. Mas não os culpo, afinal essa atitude que não significa submissão é uma decisão da mulher. Não fiquem pois amuados. Dominem se quiserem , as mulheres adorarão.”
(Bette Davis)


Nota: Esta provocação faz parte de um post delicioso e cheio de conteúdo - como sempre - da Meg no seu Sub Rosa, sobre uma das grandes divas do cinema: Bette Davis. Aqui fica a sugestão, como leitura de fim-de-semana. E uma música a condizer. Espero que gostem.

Etiquetas: , ,
publicado por Ana Vidal às 17:33
link do post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds