Terça-feira, 27 de Maio de 2008

Índia



 

Há um ano, escrevi isto:

 

Nunca estive na Índia. Por mais do que uma vez planeei aquela que é "a" viagem da minha vida e no entanto, por qualquer estranha razão, sempre teve que ser adiada. Mas não tenho pressa. Sei que, quando finalmente for, saberei que estou em casa. Não me peçam para explicar: uma certeza antiga, uma comoção subterrânea e imensa, desde sempre me segredam essa pertença. Um dia, tenho a certeza, vou dar-lhes ouvidos e deixar-me encantar.

 

Pois bem: Por uma inesperada circunstância que nunca imaginei, sequer, vir oferecer-me este presente de luxo, este será o ano de dar ouvidos ao eterno apelo. Se não voltar a acontecer nada que o impeça, finalmente vou. E mesmo à distância de alguns meses, já estou feliz.

publicado por Ana Vidal às 23:12
link do post
35 comentários:
De mike a 27 de Maio de 2008 às 23:42
E nós estaremos atento sàs crónicas de uma viagem à Índia. Nem pensa que escapa dessa... ;)
De Ana Vidal a 27 de Maio de 2008 às 23:54
Prometido, Mike. E acabo de reparar numa coisa engraçada: o azul anilado que eu escolhi para fundo deste blog é a cor do céu de Goa (que se vê na fotografia do meio)...
Coincidência?? Nah, não me parece.
:)
De mike a 28 de Maio de 2008 às 00:19
Claro que é coincidência, Ana... (risos)
De Rita Ferro a 28 de Maio de 2008 às 00:35
Não é nada...
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 00:43
Não é, não...
De mike a 28 de Maio de 2008 às 01:09
É!
(risada)
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 01:17
NÃO É!!!!!!!!!!!
(os jovens são teimosos...)
De mike a 28 de Maio de 2008 às 01:27
Os jovens "inconcientes".
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 01:29
Esses mesmos, que viram frangos na Valenciana!
De mariav a 28 de Maio de 2008 às 23:24
Quem é o jovem "inconciente" que vira frangos na Valenciana, aqui mesmo ao pé de casa? Desculpem, não resisti: fiquei intrigada com a mistura Índia/virar frangos na Valenciana/comentar no blog da Prima... LOL
De Ana Vidal a 29 de Maio de 2008 às 00:03
LOL. É uma private joke com o Mike, que também é fã dos frangos da Valenciana como nós e quer levar o negócio para a Nova Zelândia!
Promissor, não achas?

(Mike, este "aqui mesmo ao pé de casa" é porque a MariaV foi quem ficou com a minha casa nas Amoreiras... eu não lhe disse que já morei mesmo ao pé da Valenciana?)
De mariav a 29 de Maio de 2008 às 20:25
Ah, então o Mike quer destronar os carneiros da Nova Zelândia com os frangos da Valenciana? Parece-me bem. Se precisar de ajuda para transportar os frangos para lá...
De Ana Vidal a 30 de Maio de 2008 às 02:07
Eu só não me ofereço para transportar os carneiros para cá...
De O Réprobo a 28 de Maio de 2008 às 00:01
Hã, o simpático exercício de carregar bilhas à cabeça está incluído no programa?

Sério, sério, vai visitar só a Nossa Índia, ou a Inglesa? São mundos cmpletamente diferentes. Nunca estive lá, mas era o que me dizia uma namorada que tive na juventude, de Pais Goeses. Sendo certo que eram Católicos e isso podia condicionar a visão.
Beijinho
PS: A foto da Ana no «Seda e Aço» passa bem por uma de Princesa Indiana.
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 00:11
Se tiver de carregá-las... olhe a elegância e o porte dessas mulheres da fotografia!

Quero ir a ambas, que são dois mundos diferentes. Não dispenso Goa, pelo menos (da herança portuguesa) mas também não dispenso o Rajastan e toda aquela magia da Índia dos marajás. Logo se vê, o programa ainda nem sequer está feito. Tenho muito com que me entreter.

Eu não tenho ascendência indiana, Paulo, mas garanto-lhe que tenho pena. É uma coisa mais de alma, ou quem sabe de outras eras que desconheço...
De lord broken pottery a 28 de Maio de 2008 às 00:20
Ana,
Ficarei torcendo para que tudo dê certo, a viagem saia. Sua visita deu-me vontade de escrever, fiz um pequeno post. Obrigado!
Grande beijo
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 00:42
Querido Lord, que saudades e que bom te ver por aqui!!
Eu dou-lhe inspiração para escrever? Mas isso é uma honra e um prazer! Se é assim, vou passar a visitá-lo mais vezes.
Volte sempre, meu amigo. A casa é sua.
Beijo transatlântico.
De Teresa Ribeiro a 28 de Maio de 2008 às 00:35
As viagens valem pelo antes (planear, entrar em contagem decrescente), pelo durante (a descoberta, do primeiro ao último segundo!) e pelo depois (recordar, mostrar as fotos aos amigos...) Também sonho ir até à India num futuro próximo :)))
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 00:47
É verdade, Teresa, numa viagem são boas todas as fases. E quem sabe se não nos encontramos por lá?
Tinha graça!
:)
De cristina ribeiro a 28 de Maio de 2008 às 01:19
Ah sim, Goa! Atrai-me muito. A outra Índia receio-a um bocado, apesar de a saber muito bonita. Tenho medo de perder dela a imagem que ficou de filmes como «Passagem para a Índia».
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 01:28
Um filme que adorei, ainda um dia destes o revi. A Índia dos ingleses e das diferenças raciais, mas tão bonita e misteriosa!

Eu quero conhecer ambas, Cristina.
De rocha a 28 de Maio de 2008 às 12:15
A India é a viagem da minha alias não é uma são várias ...........antes e depois de se ir à India ...trust me!!!!!!!! e vão 8....claro irão 9!!!!!!!!!!!!!! e acredita que encontrei mesmo uma conhecida no Red Fort em Nova Delhi que me diz " a culpa é sua ...cá estou"....
Namasté
Rocha
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 12:58
E eu não sei disso??? Mas não te dispenso nesta viagem, nem penses que vou sem ti. Bora combinar e formar um grupo giro.
Já estou em estágio, pelo menos de leituras!
Namasté
Smeth'Ana
De Manecas a 28 de Maio de 2008 às 12:38
Aninhas, antes de ires à Índia temos de almoçar...

Quando lá fui, tive amigos que me prepararam para alguns contrastes...e conhecendo-te...gostava de te proteger...

Um beijinho Grande!
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 12:47
Não te preocupes comigo, Manecas. Estou preparada para todos os contrastes e já falei sobre isso com muitas pessoas que lá estiveram. Não vou à espera de aterrar em Paris...
Mas gosto sempre de almoçar contigo, para isso qualquer pretexto é bom. E vou ouvir-te com muita atenção, claro.

beijinho
De Mad a 28 de Maio de 2008 às 18:55
Podes contar comigo. Solteira, desta vez, que o Diogo diz que Índias, só as Ocidentais.
De Ana Vidal a 28 de Maio de 2008 às 22:26
Boa miúda, conto contigo. E é melhor sozinha mesmo, porque a Índia não é para gente impressionável (leia-se homens, quase todos), é mais para mulheres de barba rija! LOL (já estou a ver as reacções...). Vais com a m'ana que estás muito bem entregue!
Dá beijos ao meu cunhadinho que eu adoro.
De tcl a 29 de Maio de 2008 às 00:55
Levas-me na mala?
Concordo com o Réprobo, Goa é uma coisa, o resto da Índia é outra mas, como desta, só conheço Bombaím, tenho todo um continente para visitar. Parece que toda a região a Sul e nascente de Goa é fantástica.
Quero ir a Goa outra vez! Quero ir ao resto da Índia! Quero tomar o pequeno almoço na varanda do Panjin'in por baixo da buganvílea, quero tomar banho no mar em Palolem.
Ainda por cima escolheste umas fotografias fantásticas!
De Ana Vidal a 29 de Maio de 2008 às 01:23
São lindas, não são?
Quando tiver o programa mais delineado ponho-o aqui no blog. Para fazer inveja, que eu sou péssima e já sei que vou para o Inferno... mas primeiro vou à Índia!
De sofia a 29 de Maio de 2008 às 15:00
Também quero ir à Índia, mas agora terei de esperar mais uns aninhos! Mas é mesmo a minha viagem de sonho, pelas cores, pelos cheiros e pelo passado da minha 'nova' família! Gosto sempre de voltar às origens e tenho um grande companheiro para essa viagem!

Mas promete que trazes muitos presentes LINDOS para a tua afilhada querida!!!

beijos (seis horas... LOL)
De Ana Vidal a 29 de Maio de 2008 às 15:11
Tens muito tempo, miúda.
Prometidos, os presentes lindos.
beijinhos
De SC a 29 de Maio de 2008 às 15:51
Há muito que a Índia faz parte das minhas preferências mas também aguardo calmamente a oportunidade para ir.
E, como já vi por aí pedido, espero ler as crónicas dessa viagem!
De Ana Vidal a 30 de Maio de 2008 às 01:56
Vou tentar tomar muitas notas para ir fazendo uma crónica de viagem, SC. Está prometido, e talvez seja útil para a sua, quando lá for.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds