Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2007

Irresistível

É irresistível espreitar as estatísticas de vez em quando, porque se dá de caras com as misteriosas e hilariantes pistas que trazem as pessoas até ao nosso blog. Aqui ao Porta do Vento, há quem venha parar com estas:


"Você não é nenhum resumo do conto vestido"

(Nem quero... prefiro ser o conto inteiro. Mesmo nu.)


"Casamento matinal?"

(Não, amigo, obrigada. Sou noctívaga.)


"Zé aperta o laço"

(À vontade, desde que não seja no meu pescoço...)


"Devolve-me os laços meu amor"

(Desculpe, não posso. O Zé levou-os todos.)


"Pedalando eu vou"

(Então boa viagem, e veja lá não se arme em camisola amarela.)


"Ementas de luxo"

(Aqui tudo é um luxo, meu caro. O que é que pensava, hein?)


"Estátuas maçónicas"

(Perdão? Disso não temos. Deve ter confundido com o avental das ementas de luxo...)


"Filme chocolate projecto de vida"

(Vê, eu não disse? Quer maior luxo??)

Etiquetas: , ,
publicado por Ana Vidal às 00:26
link do post
9 comentários:
De av a 13 de Dezembro de 2007 às 12:19
É só um exercício divertido, gente. Espero que vos tenha divertido também um bocadinho.
Júlia, até agora não tive queixas, mas é bom saber isso. É preciso ter algum cuidado no mundo virtual, há quem se tenha dado mal.
Capitão, é difícil explicar isto aqui, e eu também levei algum tempo a perceber como se faz (embora tenha o StateCounter instalado desde que tenho os blogs). Mas acho que todos os sites de estatísticas (tem que se registar o blog, claro) dão estas e muitas outras informações.
Miguel, espera um tempo e verás. As pistas são as key words digitadas nos motores de busca.
De adelaide amorim a 13 de Dezembro de 2007 às 03:26
Por aqui as estatísticas ficam só nos números, Ana. Fiquei curiosa. Seu post ficou divertido.
Obrigada pelos comentários, gosto muito de recebê-los de pessoas assim como você. Um beijo.
De Anónimo a 13 de Dezembro de 2007 às 00:25
bem, eu nem me atrevo a dizer as palavras que levam as pessoas a esbarrar no meu blog.

O google deve pensar que eu tenho algum bataclan!!

acredita que até o meu ex-marido já lá esbarrou com a cabeça?? :-))


júlia

Ps- nem me atrevi entrar com a ID do blogger. A verdade, e é grave, é que já não há privacidade para ninguém
De Sofia a 12 de Dezembro de 2007 às 19:48
Adoro ir ver as pistas do StateCounter, o que aquilo me diverte! E mesmo assim, as minhas não são tão engraçadas como as tuas! Ao meu blogue vão para saber como se escreve um postal de Natal, ou então para saber mais sobre 'um tanto de dourado traz o sol aos meus pães numa praia que ainda não pisei e traz também és...' LOL! Mas os teus comentários são o máximo... beijinhos, miúda...
De Capitão-Mor a 12 de Dezembro de 2007 às 18:21
Oooohhhh! Pensava que me irias conseguir explicar como fazes isso. Fiquei curioso...
De miguel a 12 de Dezembro de 2007 às 15:32
E SÓ AGORA É QUE PERCEBI MESMO O QUE É UMA PISTA!!!!!!
De miguel a 12 de Dezembro de 2007 às 15:31
então peço desculpa aos outros. Porque mais geniais são as que estão a verde.O que quer dizer que a Ana tem tiradas geniais e cheias de humor.Repito, com todo o respeito pelos comentadores.Eu ainda hesitei na interpretação da tua entrada mas...pensei mesmo que a verde eram os comentários, têm mais estilo de comentário.

e um abraço
De av a 12 de Dezembro de 2007 às 14:26
Oh, Miguel, vê-se bem que és novato nesta coisa dos blogs! Mas muito obrigada pelo "respostas geniais e cheias de humor", porque essas (a verde) são minhas. As pistas do StateCounter estão a encarnado e é sobre elas que me entretive a comentar. Pede ao teu guru blogueiro que te ensine a fazer isto um dia destes, é divertido saber como é que as pessoas vêm parar aos nosso blogs.
Um beijinho
De miguel a 12 de Dezembro de 2007 às 14:11
Respostas geniais e cheias de humor, a provar que há por aí mais gente genial e com sentido de humor do que aquilo que se pensa. Coisas que a realidade virtual se vai encarregando de mostrar ao mundo.Quanto aos autores, bem..não estou a ver. Será que algum deles é o meu amigo Manel?

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds