Domingo, 5 de Agosto de 2007

Imagine


Desculpem a insistência, mas ando numa onda de Pedro Guerra. Nada a fazer, é uma coisa recorrente. São óptimas as músicas, as letras e os arranjos, e a voz é desconcertante de tão intimista e sem artifícios.

A verdade é que me dá um enorme prazer ouvir este eterno menino que faz música como gente grande e com gente grande da música (e até uma banda sonora chamada Mararia, para o filme do mesmo nome, que recomendo a todos). Os primeiros cd's - Golosinas, Tan cerca de mi, Raiz e Mararia - continuam a ser os meus preferidos.

Aqui fica a canção "Las gafas de Lennon" (do Golosinas), para todos os que viveram a euforia dos Beatles e de um tempo mágico, em que tudo era possível.

E ainda é, digo eu. Apesar de improvável.
Subam o som e ouçam:
http://www.goear.com/listen.php?v=7427fa0
(tem que ser assim, o GoEar parece que continua de férias)
publicado por Ana Vidal às 13:16
link do post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds