Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

Van Gogh




Con tus orejas en las manos
voy enseñandole a Van Gogh
como mejora el resultado
quando lo hacen dos.
Siempre los cariñitos
me han parecido una mariconez
e ahora hablo contigo en diminutivo
con nombres de pastel...
(Mecano - Quedate en Madrid)
Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 03:43
link do post
11 comentários:
De ORIANA a 25 de Setembro de 2007 às 15:41
Walter está perdoado, até porque gostei da sua guitarrada...

Vincent peço desculpa, mas esta não dá para dançar... Vou ali aos comes e bebes... Venho mais à noite para ver como anda o baile.

Hasta ahora
ORIANA
De Vincent a 25 de Setembro de 2007 às 15:16
Don, querido, mais a tua namorada, ainda mais querida. O Miguel tem razão. És um ganda mongo. E colaste-me uma pinta de Valium que, nem por meia orelha, eu merecia. Cá vai fixe, então, p'rá malta acordar.

http://www.youtube.com/watch?v=JXiHXNEhrPs&mode=related&search=
De ana vidal a 25 de Setembro de 2007 às 14:58
Bom, já vejo que mal viro as costas para ir almoçar e este blog transforma-se num salão de baile! Façam favor, não se acanhem... e quando chegar a hora dos comes e bebes, avisem.
De Walter a 25 de Setembro de 2007 às 14:58
http://www.youtube.com/watch?v=rxxXXD-WoKs

Desculpar-me-á, Oriana, mas, modéstia à parte, julgo que sou preferível aos Oreja de Van Gogh.
De ORIANA a 25 de Setembro de 2007 às 14:26
Don, que magnífico esse vídeo e a música... as pinturas fantásticas, a banda sonora fantástica... Já me estou a ver dançar abraçadinha ao meu par...

Un Beso
ORIANA
De Grieg a 25 de Setembro de 2007 às 14:25
http://www.youtube.com/watch?v=S0nJCnvbsug

A música é minha, claro.
De Miguel a 25 de Setembro de 2007 às 14:15
http://www.youtube.com/watch?v=mNT0WWj2ie4

eis a vers�o live, via Youtube
De Miguel a 25 de Setembro de 2007 às 14:05
Que delícia de melodia. Que voz tão melosa.Que versos tão agradáveis. Se a rapariga mos disesse aos ouvidos, assim com aquele tom e aquela expressão, tenho a certeza de que me derreteria todo. Ficava uma pasta e para me recompor só uma música dos Sepultura e em altos berros.
De Don a 25 de Setembro de 2007 às 14:05
http://www.youtube.com/watch?v=dipFMJckZOM

Muitas vezes a dancei com uma namorada de quem gostei muito. O Vincent, esse, nunca o poderia imaginar.
De ana vidal a 25 de Setembro de 2007 às 12:16
Sabia, mas conheço pouco a música deles. Dos Mecano gosto muito, e esta (depois de uma sobre o Dali, que também já pus aqui) é uma das canções de que mais gosto do grupo.
Ainda bem que contribuí para um bom começo do seu dia, Oriana. Fico contente.

Besito
Ana/Dulcinea

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds