Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Memórias tristes

 

Leio por aí que o inefável George W. Bush (já não tem direito ao prefixo presidencial, finalmente) está a reunir uma equipa de antigos colaboradores, que irá compilar e coordenar uma "recuperação da memória histórica" dos seus oito anos à frente dos destinos da mais poderosa nação do planeta.

 

E pergunto-me como é possível que este homem ainda não tenha percebido que a melhor coisa que poderia acontecer-lhe seria uma amnésia colectiva, à escala mundial...

 

 

 

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 16:20
link do post
8 comentários:
De fugidia a 13 de Abril de 2009 às 17:14
lol lol lol

(rio-me para não chorar, obviamente...)
:-)
De Ana Vidal a 13 de Abril de 2009 às 19:48
Há pessoas que não se enxergam mesmo, não é?
:-)
De Luísa a 13 de Abril de 2009 às 18:30
Por momentos, Ana, supus que fosse o «artista» das Segundas-Feiras – convenhamos que, dentro do género (e numa perspectiva estritamente visual, que reconheço que não é a que inspira as Segundas-Feiras da «Porta») não tem má «pinta». :-)
Mas concordo consigo. A retirada, nos casos polémicos, deve fazer-se para um longo, senão definitivo anonimato, deixando à História a decisão sobre a «justiça do caso».
De Ana Vidal a 13 de Abril de 2009 às 19:50
Já se me começam a esgotar os actores preferidos, Luísa, mas ainda vou pôr aqui alguém hoje. Esqueci-me... :-)
De Ana Vidal a 13 de Abril de 2009 às 19:51
Este "artista" não tem má figura, isso é verdade, mas a expressão facial estraga tudo! ;-)
De Manecas a 14 de Abril de 2009 às 09:07
Eu parecia-me realmente que era melhor ficarmos pelos artistas...

Não esquecendo que há cada artista !
De Pedro Barbosa Pinto a 14 de Abril de 2009 às 10:40
Pobre George W.! Que memórias é que ele quererá escrever, Ana?
Pelo que o conhecemos, episódios como o da conferência de imprensa em que um jornalista lhe atirou um sapato, evidenciando a destreza com que se esquivou... Ou o sapateado que dançou à porta da Casa Branca enquanto esperava o McCain, evidenciando que comparado com ele, o Fred Astaire seria um pé de chumbo!
Ele precisa de reunir uma equipa de colaboradores porque não deve saber usar um PC! Se soubesse, no Youtube não lhe faltariam episódios para encher páginas e páginas de memórias históricas.
Se o Sócrates lhe tivesse oferecido um Magalhães...

Convenhamos Ana, que mau, mas mesmo muito mau, seria haver um(a) jornalista conceituado(a) que aceitasse escrever "O menino de Platina".
De Ana Vidal a 14 de Abril de 2009 às 18:29
Se o Sócrates lhe tivesse oferecido um Magalhães, talvez ele ficasse entretido a brincar com ele e não pensasse mais em protagonismos extemporâneos... já nos bastam os que teve e nunca devia ter tido!

É verdade, Pedro, episódios dignos de memória não faltam... o pior é que são todos muito pouco abonatórios, e mais valia ficarem esquecidos.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds