Sábado, 11 de Abril de 2009

Ideias à Solta

Manuel Fragoso de Almeida
 
 
As noticias de Itália e do recente terramoto arrepiam-me e dão-me uma grande tristeza, mas esta história é extraordinária. Deve ser por este modo juvenil e optimista de viver que se chega aos 98 anos... pelo menos.
 
 
«Uma mulher de 98 anos foi resgatada, na terça-feira, 30 horas depois do sismo que abalou a região de Abruzzo. 
 
A idosa revelou que esperou deitada, na própria cama, e passou o tempo fazendo croché. 
 
Depois do terramoto, Maria D`Antuono ficou com a entrada de casa bloqueada. Enquanto esperava pelas equipas de resgate, foi-se alimentando com bolachas e bebeu água. Foi retirada sem ferimentos graves e estava de bom humor.
 
Antes de dar entrevistas, pediu: "deixem-me pelo menos pentear os cabelos"».
 
Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 09:30
link do post
12 comentários:
De Cristina Ribeiro a 11 de Abril de 2009 às 12:37
Sangue de Anna Magnani....
" Gracias a la vida... "
Boa Páscoa, Ana
Beijinho
De Ana Vidal a 11 de Abril de 2009 às 14:38
Deve ser isso, Cristina!
Boa Páscoa também, e um beijinho.
De meunikaki a 11 de Abril de 2009 às 17:44
Vou fugir ao tema do terramoto, sobre o qual já muito se escreveu e se ouviu, antes me vou dedicar a outro tema: o cabelo (veja-se a parte final do texto aqui comentado).
O cabelo continua a ser um objecto de culto ora profano ora religioso, em qualquer caso controlando as nossas vivências diárias: uns escondem-no, outros não os cortam, outros pintam-no, outros são curtos, assim assim ou compridos, una lavam-no todos os dias, outros quando a única alternativa é cortá-los recomeçando de novo. Para dos instintos básicos de sobrevivência (água e propagação da espécie) haverá algo mais que o cabelo que preocupe a natureza humana? Reparem que nem à roupa, que deveria estar em estado pouco recomendável, se ouviram referências.
De Ana Vidal a 11 de Abril de 2009 às 19:05
Pura coquetterie, meu caro meunikaki, mesmo aos 98 anos! A prova de que esta mulher está bem viva ainda...
De meunikaki a 13 de Abril de 2009 às 10:17
Concordo! Pura coquetterie, igualmente essencial a sobrevivência, sejam homens ou mulheres :-)
De marie tourvel a 11 de Abril de 2009 às 22:46
Ana, colaboradores do "Porta do Vento", leitores e... pra todo mundo: Boa Páscoa!

Beijos da Marie
De Luísa a 12 de Abril de 2009 às 02:49
Um beijo, com votos de uma excelente Páscoa também para si, Marie. :-)
De Ana Vidal a 13 de Abril de 2009 às 02:28
Para ti também, querida Marie, embora já atrasada...
Um beijo
De Luísa a 12 de Abril de 2009 às 02:47
Manecas, aí temos uma velhinha cheia de «panache», uma enorme coragem que se disfarça, orgulhosa ou modestamente, sob uma fútil garridice. Aprecio – admiro! - imensíssimo esta forma de enfrentar a adversidade.
Uma excelente Páscoa! :-)
De Manecas a 12 de Abril de 2009 às 18:12
Obrigado, e igualmente para si!

Bjs
De RAA a 12 de Abril de 2009 às 03:25
Eu via-a, vizinha. Estava deslumbrante de coquetismo.
Páscoa Feliz
De RF a 13 de Abril de 2009 às 23:15
Só vi este post hoje, mas ganhei o dia! Obrigada, Manecas!

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds