Quinta-feira, 12 de Março de 2009

Da arte do pleonasmo quotidiano

Para começar bem o dia, a rir, e (já agora*) também a aprender alguma coisa. Ou só a relembrar...

 

 

*Nota 1: A expressão "já agora", a propósito, é também um belo pleonasmo...

 

Nota 2: Roubado daqui.

 

Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 09:30
link do post
6 comentários:
De Luísa a 13 de Março de 2009 às 01:50
Bem, Ana, isto, a partir de agora, vai implicar meditações aturadas sobre cada palavrinha que se diz ou escreve.
P.S.: Até esta pequena frase, a esquadrinhei cinco vezes antes de a inserir na caixa de comentários. Adeus espontaneidade! ;-D
De Ana Vidal a 13 de Março de 2009 às 13:17
Isso é que não queremos, Luísa. Venham as tautologias, mas sempre com espontaneidade! :-)
De tcl a 15 de Março de 2009 às 19:18
delícia! vou começar a usar o termo "embundar", adorei. Bom, para quando se quer virar as costas a alguém. E, para ser bom pleunástica, direi "embundar de trás"!
De tcl a 15 de Março de 2009 às 19:20
olha, escapou-se-me uma vírgula ali entre entre "Bom" e "para quando..." Não dei por ela, é para retirar...
De tcl a 15 de Março de 2009 às 19:22
céus, tenho de reler os comentários antes de os publicar... "bEm pleunástica"
De Ana Vidal a 15 de Março de 2009 às 23:13
Embundar de trás? lol
Olha, aí está um bom pleonasmo redundante! ;-)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds