Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Twittei-me... socorro!

 

Com a minha mania das portas abertas, deixei entrar o twitter. Achei graça à ideia, sei lá. Mas não faço a mais pálida ideia do que fazer com tal coisa, ou para que serve...

 

Sei é que agora tenho uma data de gente a perguntar-me o que estou a fazer a cada momento, e a informar-me sobre cada passo que dá... logo eu, que não gosto de meter-me na vida de ninguém e gosto menos ainda de que se metam na minha!

 

Alguém me explica como posso destwittar-me? Ou, então, alguém me faz descobrir no twittanço algum encanto oculto, que me tenha escapado??

 

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 18:59
link do post
27 comentários:
De Luísa a 25 de Fevereiro de 2009 às 19:49
Estou ansiosa por ver as respostas que vai receber, Ana, porque também não sei o que é o Twitter, nem para que serve, mas estou farta de ouvir falar. :-)
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:32
Ficou convencida, Luísa? Eu, não... ;-)
De Tiago Moreira Ramalho a 25 de Fevereiro de 2009 às 20:47
Eu também não tenho uma relação muito boa com aquilo e faz-me confusão ver algumas alminhas a passar ali o tempo. O twitter é mesmo muito bom para debates "em directo". Quando há um prós e contras, uma entrevista ou qualque porcaria do género, o pessoal reúne, escolhe uma #tag e discute o que está a ver e a ouvir. Fora isso, não tem, a meu ver, grande interesse. Ah, também é giro se tiver daquelas piadas rápidas para publicar, ou um link muito interessante. Nada mais.

Cumprimentos
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:31
Obrigada pelas dicas, Tiago. Você é o único que parece perceber deste assunto. Mas, francamente, não lhe vejo grandes atractivos.
De Teresa a 25 de Fevereiro de 2009 às 20:51
Estás como eu! Eu twittei-me ontem, mas não vejo as maravilhas daquilo. E depois... ele é blogue, ele é Facebook, ele é... Ora! Quem é que tem tempo para tudo?

As melhoras!
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:30
Obrigada, Teresa. Da gripe, quero dizer, porque do Twitter acho que já estou curada.
De Si a 25 de Fevereiro de 2009 às 21:02
Lamento informar que também me encontro na mais perfeita das ignorâncias e duvido que venha a ganhar interesse por alguma coisa que só pergunta onde estamos e o que estamos a fazer....
'twittar', não será uma forma muito terna de 'bigbrothar'??
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:28
Nem mais, Si. Já nos chega o Sócrates... :-)
De M&M a 25 de Fevereiro de 2009 às 21:24
Bem vinda ao clube... uma pessoa gosta de se armar em moderna e depois dá nisso. Eu aderi na noite dos óscares e depois, mulher, só lá voltei ontem quando percebi que a Teresa tinha aderido...

De resto, aquilo é muita gente, tudo ao molho e às tantas já nem sei com quem estou a falar...

:)
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:27
Então passo, está visto!
De fugidia a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:13
hã... hum... bom, eu só sei teclar e ... pois!
(risos)
:-)


(quando souberes o que é e para que serve, podes postar para ajudar quem não sabe?)
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:26
Deixa lá, Fugi. Duvido muitíssimo de que seja mais interessante do que... pois! ;-)
De Cristina Ribeiro a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:46
É. O Samuel disse lá no blogue que também estamos nessa, mas eu fiquei como um burro a olhar para um palácio :)
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:25
Já somos duas, Cristina. :-)
De Mad a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:25
Pois eu adoro. Claro que é preciso primeiro fazer um download de um programinha para aquilo ter piada (Destroy Twitter ou Twit Deck), que não tem graça nenhuma fazer F5 de 2 em 2 minutos. Tens que escolher bem quem segues, porque senão lês coisas demais (claro que podes bloquear sempre alguns depois). Cusquice (ou miniblogging, que é mais chique) em directo. E está lá TODA A GENTE!
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:24
Aposto no Destroy Twitter. Não estou interessada em seguir ninguém e isto começa a parecer-me um big brother da net. E esse argumento "está lá TODA A GENTE" foi a estocada final... é para fugir, mesmo!
De Mad a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:31
Não sejas preconceituosa :) Experimenta, pode ser que gostes. Se bem te conheço, vais gostar MUITO.
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:37
Mas experimentar o quê? Perguntar aos outros o que estão a fazer, onde e com quem??? Quero lá saber! Não é preconceito, é falta de paciência. Ou velhice, talvez...
De Mad a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:43
Não, são debates sobre o que tu quiseres, com quem quiseres. Não é preciso falar de tricot, nem do que fizeste para o jantar, obviamente. São comentários imediatas do que está a acontecer (não só na cozinha...), mas na tv, nos blogues, na rádio, etc. Bem aproveitado e com as pessoas certas, é interessante.
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 00:46
Hummmm, talvez... vou esperar para ver. Quieta, claro. Quem quiser twittar comigo que apareça.
De mike a 26 de Fevereiro de 2009 às 01:13
Shiii, Ana... estás tramada. Ouvi dizer que isso engorda e dá cabo da pele... e que às senhoras aumenta a celulite... shiiii... (gargalhada abafada)
De Ana Vidal a 26 de Fevereiro de 2009 às 01:27
Isso deve ser um twitter barrado com chocolate... o único que me parece ter algum interesse, confesso! :-)
De sem-se-ver a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:03
destwite-se, ana. falo do alto do meu preconceito - que nem bem o é - de ter chegado lá e ter percebido, pela apresentação, que sim, é mero meio de coscuvilhar e pouco mais. conversas sobre tudo e nada. saber o que estão a fazer pessoas que conhece ou nem conhece. guardem-me. que falta de paciência. esta gente não tem mais do que fazer senão regredir até à adolescência?

(sem ofensa para quem goste, por favor. não tenho essa intenção.)

por último, pergunto-me, sinceramente pergunto-me, se esta gente toda não trabalha e/ou não faz mais nada na vida senão gastar todo o seu tempo de lazer em conversas instântaneas na net. confunde-me muito.
De Ana Vidal a 27 de Fevereiro de 2009 às 11:45
SSV, estou consigo: a coisa também me confunde e intriga! Há muitos desempregados neste país, e o que me parece é que vai haver muitos mais à conta do twitter, quando os patrões descobrirem mais este "passatempo" dos seus funcionários... :-)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds