Sábado, 21 de Fevereiro de 2009

Ventos Amigos (21)

 

O nome escolhido pela Autora faz disparar a auto-estima

de todos aqueles a quem permite auto-considerar-se como bons ventos,

os que são distinguidos com a generosa franquia

da Porta desse Paraíso.

 

Texto enviado por: Paulo Cunha Porto

 

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 21:30
link do post
8 comentários:
De mike a 21 de Fevereiro de 2009 às 22:20
Ora, caro Paulo, mérito da dona deste paraíso, que nos franqueia as suas portas, especialmente a ti. Bons olhos te leiam, esperando sinceramente saber-te bem. Um abraço.
De fugidia a 21 de Fevereiro de 2009 às 22:39
:-)
Bons ventos o vejam por esta porta, Paulo.
Beijinho :-)
De patti a 21 de Fevereiro de 2009 às 22:46
Que alegria ver-te entrar por esta porta!

Muitas saudades Paulo!
De Pedro Barbosa Pinto a 22 de Fevereiro de 2009 às 09:51
O dia amanhece com Sol, O Paulo reaparece...
Palpita-me que vai ser um bom Domingo.
"A alegria do coração é a vida do homem"

Abraço
De Margarida a 22 de Fevereiro de 2009 às 10:21
Querido Paulo, a falta que faz não é traduzível.
Não. Não é.
De Luísa a 22 de Fevereiro de 2009 às 12:34
Estamos todos com muitas saudades, Paulo! :-)
De JuliaML a 22 de Fevereiro de 2009 às 23:00


Querido Paulo, mesmo só dando só ar da sua graça, mesmo que pouco inspirado, sabe sempre bem lê-lo!

bem querer meu!
De Ana Vidal a 23 de Fevereiro de 2009 às 19:45
Paulo, Paulo... queres mais mimo?? Que tal parares de fazer-te rogado e voltares a aparecer, já que todos gostamos de ler-te?

Um beijo e obrogada pelas palavras queridas. É bom ver-te por aqui.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds