Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

Porque hoje é... LUNI

 

Os meus actores favoritos:

 

William Hurt

 

publicado por Ana Vidal às 00:01
link do post
13 comentários:
De Mialgia de Esforço a 29 de Dezembro de 2008 às 12:28
Um dos grandes actores dos últimos 25 anos, ultimamente injustamente esquecido. Recentemente, gostei muito de o ver num dos últimos filmes de Cronenberg - History of Violence. A sua participação resume-se a cerca de cinco minutos, mas é um dos muitos pontos altos do filme.
De Ana Vidal a 29 de Dezembro de 2008 às 12:46
Há muitas semanas que a ordem de escolha nesta galeria passou a ser arbitrária, ou teria de ter postado William Hurt muito antes. É um actor excelente e versátil, e, como diz, injustamente desaparecido. Bastaria o papel n' "O beijo da mulher-aranha" para ele ser um dos meus actores favoritos, mas há vários outros papéis inesquecíveis.

Bom Ano, Mialgia. Com muito e bom cinema.
De Mialgia de Esforço a 29 de Dezembro de 2008 às 15:00
Muito obrigado, Ana. Para Si também um óptimo 2009.
De Cristina Ribeiro a 29 de Dezembro de 2008 às 14:02
D'acordo, Ana.
De Ana Vidal a 29 de Dezembro de 2008 às 19:03
Beijinho, Cristina, e Bom Ano para si também. :-)
De fugidia a 29 de Dezembro de 2008 às 15:33
Bom... não é dos preferidos, embora concorde que seja um bom actor... e hum... e além disso hoje chove tanto...
(este comentário de início de semana parece-me ligeiramente cinzento bah !)

Vou já tratar do assunto! (inserir sorriso radioso e piscar de olho)
UMA EXCELENTE SEGUNDA-FEIRA, ANA!

De Ana Vidal a 29 de Dezembro de 2008 às 19:04
Já lá vou espreitar, Fugi. Mas vejo que vens com o gás todo... ;-)
De mike a 29 de Dezembro de 2008 às 19:49
O que penso do William Hurt? Foi dito pelo Mialgia de Esforço no primeiro parágrafo. :-)
De Ana Vidal a 29 de Dezembro de 2008 às 22:09
Ah, então estamos de acordo, Mike... :-)
De RAA a 30 de Dezembro de 2008 às 15:27
Também gosto, vizinha. É um falso low profiler...
De Teresa a 31 de Dezembro de 2008 às 01:23
Na mouche, Aninha. Também é um dos meus.

Turista Acidental, o que livro, filme e a personagem de Macon Leary me tocaram! Um filme injustiçado (cheguei a pegar-me com uma grande amiga minha, que odiou esse filme que amo). É provavelmente a contenção que faz de William Hurt um actor transbordante.

De JuliaML a 31 de Dezembro de 2008 às 05:03
gosto muito, Ana!
De Luísa a 31 de Dezembro de 2008 às 16:52
O William Hurt esteve muito na moda há uns anos, Ana, e goste imenso de o ver no «Noites Escaldantes» («Body Heat») com a Kathleen Turner. Aquela sua expressão eternamente medidativa, vagamente tristonha, muito contida, deixando adivinhar ardente fogo interior, agradava-me. Mas, uns anos mais tarde, vi-o num remake do «Jane Eyre» e desiludiu-me. Como apaixonado Mr. Rochester, achei-o um canastrão. Não sei, portanto, como o qualifique. É, parece-me, um actor de uma época. E uma atraente figura de homem. Aprovo e não aprovo… sei lá. ;-D

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds