Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Ceci n'est pas un obituaire

 

Nasceu no dia de hoje, há exactamente 110 anos, um dos meus pintores preferidos: René Magritte.

 

Irreverência, ironia, subtileza, clarividência, ousadia, inteligência, talento... todos estes adjectivos (e muitos outros mais) poderão ser aplicados a esta mente privilegiada, que interpretou a realidade que a rodeava de uma forma única e inspirada.

 

Quem pintou assim não morrerá nunca. Parabéns, Mr. Magritte... e muitos quadros de vida!

 

 

Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 17:45
link do post
7 comentários:
De Paulo Cunha Porto a 21 de Novembro de 2008 às 18:12
Merece bem que tiremos o coco em Sua honra a subtileza que nos leva às nuvens.
Beijinho
De Meg (sub Rosa) a 21 de Novembro de 2008 às 19:08
Muitíssimo bem lembrado e ainda melhor a forma de homenageá-lo!
Disse tudo!
beijos, Aninha querida.
De Ana Vidal a 23 de Novembro de 2008 às 02:39
Beijios para ti também, querida.
De fugidia a 21 de Novembro de 2008 às 19:19
Excelente imagem para ilustrar data importante!
Beijinho de bom fim-de-semana, Ana :-)
De JuliaML a 21 de Novembro de 2008 às 21:10
ainda hoje pensei em ti ao passar por um Maigritte!...

b.q
De JuliaML a 21 de Novembro de 2008 às 22:30
Ana, até o Google hoje o homenageia, já viste? :-)
De Ana Vidal a 21 de Novembro de 2008 às 23:27
Paulo, Meg, Fugi e Júlia:
Claro que eu não podia deixar escapar um dia destes, se gosto tanto de fazer legendas para quadros dele! E foi precisamente o Google que me alertou para a data, Júlia. :-)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds