Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008

Sorrisos

 

 

Este belo post do Paulo Cunha Porto, no Corta-fitas, lembrou-me uma animadora e muito verdadeira frase que todos deveríamos ter sempre presente:

 

"Um sorriso é uma maneira económica de melhorar o teu aspecto."

 

Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 20:13
link do post
12 comentários:
De Paulo Cunha Porto a 3 de Outubro de 2008 às 21:10
Grndíssima verdade, com efeito! E grato por teres apreciado, se nos formos sorrindo, a vida não poderá ser pior.
Beijinho
De Ana Vidal a 6 de Outubro de 2008 às 01:42
Pois... só pode ser melhor, Paulo.
Beijinho
De Cristina Ribeiro a 3 de Outubro de 2008 às 23:13
"...mais triste (...) é a tristeza de não saber sorrir"
De Ana Vidal a 6 de Outubro de 2008 às 01:41
Essa é mesmo a maior tristeza, Cristina.
De mike a 3 de Outubro de 2008 às 23:57
É verdade sim senhora. Para além de ser uma das grandes armas do Homem.
De Ana Vidal a 6 de Outubro de 2008 às 01:40
... e da Mulher, Mike... :)
De Luísa a 4 de Outubro de 2008 às 02:58
Sou grande apologista do sorriso, Ana. Qualquer sorriso, até o amarelo ou o oportunista, me parece melhor do que uma carranca (excepção feita do diabólico, que é outra carranca). Só tenho pena de que aprofunde alguns vincos. Mas já ando a trabalhar – espero que não ingloriamente - para conseguir sorrir sem os olhos. ;-)
De Ana Vidal a 6 de Outubro de 2008 às 01:38
Sorrir sem os olhos é difícil, Luísa... e as rugas não valem tanto esforço, que será inglório! :)
De marie tourvel a 5 de Outubro de 2008 às 15:35
Se chegou a ver o meu sorriso lá no "Letras", percebeu que não melhorou em nada. :P Mas gostei. Um grande beijo, querida.
De Ana Vidal a 6 de Outubro de 2008 às 01:37
Querida Marie, às vezes vale a pena forçar um sorriso, mesmo sem grande vontade. É contagiante, e acaba por tornar-se verdadeiro em pouco tempo (mesmo que seja um sorriso triste).

Um beijão
De Ana Paula Motta a 10 de Outubro de 2008 às 22:55
Ai que saudade dos meus sorrisos.Nos últimos três dias eles andam sumidos.Espero que não tardem a voltar porque é neles que guardo minhas melhores estrelas.Beijinhos
De Ana Vidal a 11 de Outubro de 2008 às 14:57
Que voltem depressa, Ana Paula!
Um beijo

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds