Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Uma tese possível

 

No dia em que decido fazer dieta a sério, depois de umas férias bastante gastronómicas, trazem-me duas coisas que eu adoro: um pão-de-ló de Alfeizerão (do verdadeiro) e uma caixa de tâmaras tunisinas deglet nour, as melhores do mundo.

 

Tenho muitos defeitos, eu sei. Mas não sou nem masoquista nem mal agradecida.

 

 

publicado por Ana Vidal às 12:24
link do post
18 comentários:
De fugidia a 28 de Agosto de 2008 às 12:33
(gargalhada)

Nem eu: sei bem o que isso significa, querida Ana... bom proveito!


P. S. Deixe lá; não precisa de dieta: está linda e elegante!
De Ana Vidal a 28 de Agosto de 2008 às 13:08
Querida Fugi, aconselho-a a aproveitar os últimos dias de férias e ir ao oftalmologista...
Mas obrigada pela miopia!

Beijinho


De Cristina Ribeiro a 28 de Agosto de 2008 às 15:58
Solidarizo-me consigo, Ana, e também vou adoçando o fim de férias :)
De Ana Vidal a 28 de Agosto de 2008 às 18:39
Boa, Cristina. Assim sinto-me menos culpada... :)
De rocha a 28 de Agosto de 2008 às 16:23
Honesta e amiga..não trouxe nem um bocadinho
C'Amor
Rocha
De Ana Vidal a 28 de Agosto de 2008 às 18:37
Sorry, Rocha... o pão-de-ló já foi à vida, mas ainda tenho tâmaras... lol
De adelaide a 28 de Agosto de 2008 às 17:42
:) É sempre assim, Ana... O mundo não gosta de regimes.
Bjs e sucesso.
De Ana Vidal a 28 de Agosto de 2008 às 18:30
O mundo é muito mais esperto do que nós, minha amiga.

Beijo grande
De Luísa a 28 de Agosto de 2008 às 19:25
Querida Ana, as dietas começam-se sempre amanhã… ;-D
De Ana Vidal a 28 de Agosto de 2008 às 19:30
E sempre à segunda-feira, não é?
Para a semana volto a tentar... ;)
De Ressaca a 28 de Agosto de 2008 às 20:19
Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, gostaríamos de deixar o convite para uma visita a este Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...
De azia a 28 de Agosto de 2008 às 20:47
tâmaras e pão-de-ló: que maravilha, delícias onde há muito não ferro o dente. ontem passei de autocarro por uma rua que não conhecia, e deparei-me com uma loja de animais chamada "cão-de-ló".
De Ana Vidal a 29 de Agosto de 2008 às 01:49
Cão-de-ló??? Só mesmo no Brasil!

(não se queixe, Azia, pelo que tenho lido o seu dente tem-se ferrado em belas iguarias...) ;)
De azia a 1 de Setembro de 2008 às 16:28
ana,

não me queixo, não. peixe fresquinho que quase samba, camarão, ostras vivas, tudo a um preço incrível. uma dúzia de ostras custa 4 reais, o mesmo que dois expressos. (4 reais dá qualquer coisa como 1 euros e 40 cêntimos).

o café expresso, aqui, não só é pior que em lisboa, como mais caro. ele há coisas...
De JuliaML a 28 de Agosto de 2008 às 21:10

:-))

qunado tive a loja Gourmet, tinha que ter sempre tâmaras, pois havia clientes (mulheres) que ficaram viciadas.

De Ana Vidal a 28 de Agosto de 2008 às 23:35
Juro que não era uma das tuas clientes, Júlia! Quanto ao vício, sabes que as tâmaras são consideradas afrodisíacas?
Os árabes dizem que sete tâmaras equivalem a um viagra. Por isso, os teus clientes viciados deviam ser homens... ;)
De SC a 29 de Agosto de 2008 às 09:52
Ora, uma dieta não perde a validade por ficar para o "dia seguinte", já o pão-de-ló seria uma pena estragar-se.
E eu, que nem sou de doces, se for um pão-de-ló de Alfeizerão também como uma fatia!
De Ana Vidal a 29 de Agosto de 2008 às 12:48
Foi o que eu pensei, Catarina. Com tanta fome no mundo, deixar estragar um pão-de-ló... ;)

Não lhe ofereço uma fatia porque este não teve mesmo tempo de estragar-se...

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds