Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Sugestão verde

Estranha mas impossível de ignorar, esta campanha da Greenpeace. Nada pacífica, aliás, embora muito verde...

 

O poder da sugestão (e da boa publicidade) ao serviço de uma nobre causa, apelando ao que mais atrai a atenção de todos nós, hoje e sempre.

 

Assim, sim.

 

Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 12:10
link do post
4 comentários:
De Cristina Ribeiro a 8 de Agosto de 2008 às 00:20
Se servir para consciencializar as pessoas, é sempre assim que deve ser entendida: por uma boa causa "seja bem vindo quem (e o que) vier por bem"...

Ana, como esta primeira fase de férias é "cá dentro", quando chegar a casa ainda sem sono, bato-lhe à porta :)
De Ana Vidal a 8 de Agosto de 2008 às 01:53
Sempre que quiser, Cristina. Eu sou noctívaga, como já deve ter reparado... :)
De Luísa a 9 de Agosto de 2008 às 01:01
Não sei se apreendi a «moral da história», Ana. ;-D
Mas é publicidade muito sugestiva e bem realizada, sem dúvida.
De Ana Vidal a 9 de Agosto de 2008 às 01:56
Não sei se a história tem "moral" sequer, Luísa. E se a tem, é um tanto duvidosa. O que me parece é que é uma forma engenhosa de chamar a atenção para uma causa importante. Mas eu sou suspeita, porque tenho sempre um fraquinho por publicidade bem feita e criativa... vício antigo...

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds