Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Bem-vindo, JB!

 

E porque na vida, na verdade, "nada se perde, tudo se transforma", aproveito este regresso antecipado para saudar o novíssimo blog de outro querido Amigo - o Adeus, até ao meu regresso.

 

Recomendo que o sigam com atenção, porque promete: o JB escreve sumptuosamente, e decidiu presentear-nos com a sua especialíssima experiência africana, num país de que muitos fugiriam a sete pés, se pudessem - o Zimbabwe.

 

Para ele, e também para mais um querido Amigo - o nosso (bravo...) embaixador em Harare,  João da Câmara - os meus votos de que tudo corra pelo melhor. Aqui estarei, fiel e ansiosa pelas vossas notícias...

 

Bem-vindo à blogosfera, JB! 

 

Etiquetas: , , ,
publicado por Ana Vidal às 13:17
link do post
7 comentários:
De Rita Ferro a 17 de Julho de 2008 às 17:28
Espiarei cada letra, cada linha das aventuras do JB no Zimb... e muito para além do seu regresso, espero eu! Outro grande Autor a acompanhar-nos, olha só o luxo, Aninhas!
De Ana Vidal a 17 de Julho de 2008 às 19:13
Um luxo mesmo, Rita. (mais um bocadinho e temos a Tribo toda na blogosfera, vais ver...)

Mas, para já, em vez da "Mariazinha em África" teremos o "Joãozinho em África"! LOL
De Júlia a 17 de Julho de 2008 às 21:25
se a Ana o diz, é porque é verdade!

Seja bem vindo, JB
De JB a 17 de Julho de 2008 às 18:56
Fico desvanecido com estas boas-vindas, certamente imerecidas no que diz respeito aos elogios. Sumptuoso só o meu peso... O resto que me foi presenteado queda-se no domínio da amizade. Essa sim, também sumptuosa.
Fiquem portanto atentos aos próximos capítulos...
De Ana Vidal a 17 de Julho de 2008 às 19:16
Nada de modéstias, JB... novato nos blogs mas não nas letras, ora essa!

As fãs ficarão atentas, está prometido. :)
De mike a 18 de Julho de 2008 às 00:12
Já fui espreitar antes de deixar aqui o comentário. Gostei! :)
De Ana Vidal a 18 de Julho de 2008 às 01:29
Vai gostar ainda mais, Mike, tenho a certeza.
Por enquanto o JB ainda está por cá.
:)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds