Domingo, 6 de Julho de 2008

At last

(At Last - Lou Rawls and Dianne Reeves)

 

(At Last - Etta James)

publicado por Ana Vidal às 23:07
link do post
14 comentários:
De fugidia a 7 de Julho de 2008 às 00:55
E lá se foram as nossas pausas num segundo, querida Ana
Mas com chocolate, beijos e boa música apetece sempre voltar
Beijinhos.
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 11:13
É verdade... foram pausas meteóricas, as nossas. Ainda bem que gosta da música, uma das minhas eternas canções.
Beijinho!
De Cristina Ribeiro a 7 de Julho de 2008 às 12:23
E depois de ler o estudo que o Paulo nos trouxe ontem sobre os benefícios desta terapêutica musical, sigamos os conselhos médicos: continue a boa música!
Beijinho
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 12:38
O Paulo tem razão: a música é das melhores terapias que conheço, e acompanha-me sempre. O que é preciso é saber escolhê-la para cada estado de espírito, para cada situação.
Beijinho
De mike a 7 de Julho de 2008 às 13:46
Pausas para que te quero... (risos)
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 15:07
Ora, para voltar logo a seguir! (risos)
De Mad a 7 de Julho de 2008 às 15:48
Olha, a MINHA música.
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 15:53
Olha, a MINHA mana!
lol
De Rita Ferro a 7 de Julho de 2008 às 17:27
Até que enfim, Ana! Larga o Paço da Azambuja e desce à cidade, Princesa... os súbditos esperam-te!
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 17:53
I'm back in town, dear!
Mas também não exageres... lol
De Rita Ferro a 7 de Julho de 2008 às 17:56
Não exagero??? A última vez que te viram estavas a andar de balão!
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 18:09
Shiuuuu, não digas a ninguém... eles pensam que eu estava só a fazer bluff!
De O Réprobo a 7 de Julho de 2008 às 18:50
A Etta canta por dois. At Least...
Ei, que é que a Rita sabe que o meu serviço de informações não sabe?
Até ver o bluff é essa Sua resposta, Querida Ana.
Beijinho
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 19:05
Até ver, sim, seu... São Tomé!

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds