Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

Coisas que gostava de fazer?

Ver o mundo de um planador. Mais uma forma de voar.

 

Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 13:05
link do post
11 comentários:
De cristina ribeiro a 2 de Julho de 2008 às 13:19
E este também é suficientemente grande para albergar todos os que querem "flutuar"? :)
De Ana Vidal a 2 de Julho de 2008 às 15:37
Neste vai ser mais difícil... é melhor voltarmos ao balão! :)
De cnsoares a 2 de Julho de 2008 às 13:32
E planar sobre o mundo?
De Ana Vidal a 2 de Julho de 2008 às 15:36
Isso é o que eu faço com mais facilidade, Cristina, e tenho que descer à terra de vez em quando...
De Once a 2 de Julho de 2008 às 14:38
.. mais outra forma sim .. nunca experimentei :)
ofereci-nos uma viagem de heli no Verão do ano passado e a sensação é simplesmente maravilhosa também ..
De Ana Vidal a 2 de Julho de 2008 às 15:39
Essa é outra forma, Once. Também já experimentei, e é óptimo. Mas prefiro as que não fazem barulho de motor e nos dão, por isso, mais a sensação de voo.
De fugidia a 2 de Julho de 2008 às 15:49
Beijinho, Ana
De O Réprobo a 2 de Julho de 2008 às 21:36
E asa delta, não? Não sei porquê, mas este parece-me gaiola demasiado incompatível com a Ana, avessa a ambientes claustrofóbicos...
O meu Pai é que praticou bastante este desporto, na Mocidade Portuguesa.
Beijinho
De Ana Vidal a 3 de Julho de 2008 às 01:19
Pelo contrário, Paulo, acho que gostaria muito de experimentar um planador. Silêncio e vista: parece-me perfeito!
Beijinho
De sofia k. a 7 de Julho de 2008 às 11:48
E parasailing já experimentaste? Uma maravilha... voar por cima do mar e das gaivotas. Lá em cima, só tu e o céu! Vale a pena!

beijos
De Ana Vidal a 7 de Julho de 2008 às 12:20
Isso já fiz e adorei, miúda. A uma altura considerável, por sinal. É uma sensação fantástica.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds