Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

Coisas de que tenho saudades?

Uma boa noite de Ópera.

 

(Sutherland, Tourangeau - Viens, Mallika! "Flower Duet" Lakmé)

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 17:36
link do post
11 comentários:
De O Réprobo a 12 de Junho de 2008 às 22:21
Foi ver a Dame Janet quando ela veio cá?
Beijinho
De Ana Vidal a 12 de Junho de 2008 às 22:59
Com grande pena minha, não. A Joan Sutherland veio cá só uma vez, acho eu, e foi na véspera do 25 de Abril. Não tenho a certeza disto mas creio que foi nesses dias, lembro-me de ouvir comentar o azar da senhora...
De Teresa a 13 de Junho de 2008 às 01:42
Não vou alongar-me no comentário, porque a Ópera é justamente um dos maiores amores da minha vida e seria maçadora. Mas para mim há só um Deus e Dame Joan Sutherland é o seu profeta! :)

Venero-a! Se nos tivéssemos conhecido há mais tempo, a esta hora já nem me poderias aturar com os panegíricos à sua extraordinária voz.

Sim, estás coberta de razão, La Stupenda veio uma única vez a Lisboa e foi (grande pontaria) nas vésperas do 25 de Abril. Investigações que fiz mais tarde permitiram-me reconstituir a história toda. Está aqui:
http://gotaderantanplan.blogspot.com/2007/06/dame-joan-sutherland-e-o-25-de-abril.html

Mas segue o link, que é giro perceberes como descobri isto (é só carregar da etiqueta). E até vais ver como tenho um autógrafo dela! :)

Beijo enorme.
De Ana Vidal a 13 de Junho de 2008 às 10:43
Obrigada pela confirmação, Teresa. Sempre atenta a estas matérias, e sempre esclarecedora.
La Stupenda australiana é, de facto, uma voz ímpar. Mas deve haver qualquer coisa naquelas paragens que produz vozes fora de série: Dame Kiri Te Kanawa, outra stupenda voz, é neo-zelandesa.

Tenho saudades de um bom espectáculo de ópera, lembrei-me disso nem sei porquê.

Beijo operático
De fugidia a 12 de Junho de 2008 às 22:32

Hum... só algumas, poucas, é que me encantam...

Beijinhos.
De Ana Vidal a 12 de Junho de 2008 às 23:00
A mim encantam-me muitas, Fugi. Gosto muito de ópera.
De cristina ribeiro a 12 de Junho de 2008 às 23:17
Também gosto muito de ópera, mas nunca ouvi/vi nenhuma ao vivo; disso é que eu tenho " saudades" :)
De Ana Vidal a 12 de Junho de 2008 às 23:30
Ah, Cristina, mas então tem que fazer a experiência depressa! É completamente diferente ver e ouvir uma ópera ao vivo, para quem gosta... Se estivesse mais perto de Lisboa, combinava consigo o "baptismo". Mas assim é difícil...
De pedro a 13 de Junho de 2008 às 15:50
E eu de uma boa noite de ballet, infelizmente coisa cada vez mais rara também.

O grande problema de Dame Kiri são as capas dos seus cds de recitais... perde-se logo a vontade de os ter em casa!
De Ana Vidal a 13 de Junho de 2008 às 17:08
Aí é que discordamos, Pedro, a não ser que esteja a falar de ballet contemporâneo. É que para o ballet clássico já perdi a paciência, talvez por ter visto tantos Lagos de Cisnes e Quebra-Nozes, não sei...

E que mal têm as capas dos cds? Os que conheço têm quase sempre a fotografia dela na capa (e eu acho-a bem bonita...).
De pedro a 13 de Junho de 2008 às 17:40
Mil Lagos dos Cisnes e nunca me cansaria. Prefiro sem dúvida alguma os clássicos, com algumas excepções: Balanchine, Duatto, Forsythe, só para citar alguns. Agora tudo o que sejam espasmos ou auto-erotizações, danças de cadeiras e afins, lamento, mas não consigo apreciar, mas é problema meu.

Sem dúvida que Kiri é uma mulher bonita. Referia-me às produções fotográficas de algumas das capas dos seus cds, embora com o devido desconto de serem bastante datadas. Mas o que é importante são as suas qualidades artística e vocal, que são inegáveis.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds