Sábado, 7 de Junho de 2008

Mistério matemático

 

Alguém me explique, por favor:

 

Uma baliza de futebol tem para aí 10 metros de largura por 3 de altura (não sei se tem, mas deve ser mais ou menos isto).

 

O tubo que a define terá, quando muito, 10 centímetros de  diâmetro.

 

Então porque raio é que, contra todas as probabilidades, o número de vezes que a bola bate na "trave" e no "poste" (o tal tubo) é enorme?????

 

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 21:02
link do post
41 comentários:
De Teresa a 7 de Junho de 2008 às 21:53
Beats me!

Quando é com Portugal ou com o Benfica, chamo-lhe Lei de Murphy, à falta de melhor explicação.
De Ana Vidal a 7 de Junho de 2008 às 22:59
Só pode, não é?
E acho que acontece em todos os jogos! Digo eu, que não vejo quase nenhuns...
De cristina ribeiro a 7 de Junho de 2008 às 21:53
Porque nesse exacto momento a baliza faz caretas de bruxa, e a bola assusta-se? :)
Mas nem essas caretas assustaram os tugas, por isso: VIVA PORTUGAL! :)
Beijinho
De Ana Vidal a 7 de Junho de 2008 às 23:00
Bom esforço, Cristina...
;-)
VIVA!
De Teresa Ribeiro a 7 de Junho de 2008 às 22:10
Nem mais! Concordo com a análise da Teresa! :)
De Ana Vidal a 7 de Junho de 2008 às 23:01
Até agora, também acho a melhor...
De O Réprobo a 7 de Junho de 2008 às 22:27
Querida Ana,
é para quem ainda precise de provas de que o Diabo existe...
Beijinho
De Ana Vidal a 7 de Junho de 2008 às 22:58
Ná... essa não pega, Paulo.
Beijo
De fugidia a 7 de Junho de 2008 às 22:34
Ora, querida Ana, a bola entrou três vezes e bateu no poste e na trave outra...
Não seja exigente, s. f. f.

GANHÁMOS!!!
De fugidia a 7 de Junho de 2008 às 22:35
P. S.
Acrescente, por favor «...bateu no poste UMA VEZ e na trave outra...»
De Ana Vidal a 7 de Junho de 2008 às 22:57
Mas eu não falo só do jogo de hoje, Fugi.
É uma coisa em que já reparei e acho estranhíssima...
Sim, ganhámos...yupiii!
De mike a 7 de Junho de 2008 às 23:17
Nossa... haja quem que me relembrem porque evito ver futebol (na televisão) com senhoras como audiência...
A resposta à sua pergunta é: porque o Nuno Gomes joga na Selecção Nacional de Futebol.
De Ana Vidal a 7 de Junho de 2008 às 23:33
Porque as senhoras fazem perguntas estranhas, em vez de se limitarem a berrar GOOOOOOOLO!, a insultar a mãe do árbitro e a beber umas bejecas... é por isso, Mike?
E ainda bem que acrescentou "(na televisão)", olhe a promessa que me fez...

Mas espere aí... o que é que tem o Nuno Gomes (é aquele que tem cara de menina, não é?) com esta história das probabilidades?
De mike a 8 de Junho de 2008 às 00:16
Isso mesmo, Ana. fazem perguntas estranhas em momentos ainda mais estranhos, gritam goooolo esganiçadamente... (risos) quando a bola foi para à bancada, perguntam, assim comõ quem não quer a coisa, que é o homem vestido de negro e esquecem-se de ter bejecas no frigorífico... (muitos risos).

E não me esqueci da promessa e o Nuno Gomes é esse mesmo... :)
De Ana Vidal a 8 de Junho de 2008 às 00:45
Xiiiiiiiii... tudo preconceito!
ESGANIÇADAMENTE???? Quer falar da voz do guarda-redes Ricardo... quer?
Hummm... logo vi...
De mike a 8 de Junho de 2008 às 01:01
E pronto. Agora conseguiu somar mais injustiça que aquela que a Luísa me atribui... (risos)
De Ana Vidal a 8 de Junho de 2008 às 01:24
Xeque-mike!
;)
De Luísa a 8 de Junho de 2008 às 01:02
Nuno Gomes com cara de menina, Ricardo com voz esganiçada... Quer-me cá parecer que a Ana sabe mais de futebol do que quer aparentar... ;-D
De Ana Vidal a 8 de Junho de 2008 às 01:25
Vai-se aprendendo, Luísa, que remédio...
;-) LOL
De mike a 8 de Junho de 2008 às 08:54
E a Luísa fingindo que não percebe de futebol, não acha Ana?... :)
De Ana Vidal a 8 de Junho de 2008 às 11:31
Renda-se, Mike: convença-se de que tem aqui várias experts de futebol. Eu não sou... que até hoje ainda ninguém me fez perceber a lógica de um "fora de jogo". Mas já sei o que é um penalti!
De mike a 7 de Junho de 2008 às 23:18
... relembre...
De Luísa a 8 de Junho de 2008 às 00:58
É um mistério, Ana. Até já pensei na Lei da Gravitação Universal, considerando que a força de atracção exercida entre dois corpos sólidos (a bola e o tubo) é certamente maior do que a exercida entre um corpo sólido (a bola) e um gasoso (o espaço interior da baliza). Mas não estou segura… ;-)
P.S.: O Mike é muito injusto! As plateias futebolísticas femininas são sempre super divertidas!
De Ana Vidal a 8 de Junho de 2008 às 01:10
Luísa, que classe de explicação!!
Mas agora juntou ao mistério matemático o mistério físico...
;-)
De tcl a 8 de Junho de 2008 às 04:19
Ana, a explicação é simples: não pode pensar no universo-baliza. Esquece os 10m por 3m e pensa que eles fazem pontaria àqueles 20 cm que ficam para dentro dos tubos. A probabilidade de acertar nos ditos é muito maior, topas?
:)
De Ana Vidal a 8 de Junho de 2008 às 11:25
Ah, claro... isso faz todo o sentido! Os golos são apontados aos limites da baliza porque as hipóteses de fintar o guarda-redes é maior aí... é isso, não é?
Que orgulho, tenho amigas tãããããão inteligentes!
:))
Cavalheiros, o que me dizem a esta lógica feminina imbatível?
De O Réprobo a 8 de Junho de 2008 às 09:30
Cá venho elaborar: Jesus não disse que faria de S. Pedro pescador de Homens? É, portanto, uma reabilitação das redes... Ora, o que as impede de envolver o centro das atenções, homem ou bola, só pode ser arte do chifrudo enxofrado! Caso para dizer
QUE FERRO!
Para a Fugi. olhe que foram DUAS nos postes, além da da barra, o Ronaldo também testou a solidez da moldura.
Ooops, já estou a usar linguagem de expert, esqueci-me de que estava a falar para Catecúmenas.
Beijinhos
De Ana Vidal a 8 de Junho de 2008 às 12:36
Está, portanto, a comparar S. Pedro a uma baliza... que é uma pescadora de bolas!
LOL

Catecúmenas, Paulo? Olhe que, com excepção desta sua amiga leiga, as senhoras aqui são entendidíssimas em futebol, pelo que já percebi...

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds