Sábado, 24 de Maio de 2008

Bom dia!

 

 

Ah, o Sol apareceu, finalmente! Ainda que tímido, ainda que hesitante, ainda que escondido pelas nuvens às vezes e a sacudir-se da chuva. It's all right!

 

Adenda: Pronto, foi Sol de pouca dura... mas já me arrancou um sorriso matinal. Melhores dias virão. (of wine and roses, I hope).

 

Adenda 2: Olha, já voltou outra vez! Cheira-me que se quiser manter este post actualizado vou passar o dia todo em adendas, por isso poupo-vos e saio de fininho...  e seja o que o Sol quiser!

 

 

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 11:21
link do post
14 comentários:
De cristina ribeiro a 24 de Maio de 2008 às 13:03
Dizemos por cá que está um tempo de luzernas...
De Ana Vidal a 24 de Maio de 2008 às 13:36
Não conhecia a expressão, Cristina.
De fugidia a 24 de Maio de 2008 às 13:07

Melhor colocar uma terceira adenda com a indicação de que se devem ler alternadamente as duas primeiras...

Ah!, já voltou outra vez! Beijos!
De Ana Vidal a 24 de Maio de 2008 às 13:37


É isto, mais ou menos.
Beijinhos!
De Ana Vidal a 25 de Maio de 2008 às 00:01
Realmente era melhor, Fugi...
Beijinho
De O Réprobo a 24 de Maio de 2008 às 14:01
Querida Ana, com tanta alternância o arco-íris é uma certeza! Venha outro sorriso.
Beijinho
De Ana Vidal a 24 de Maio de 2008 às 23:59
Tenho pena, mas não o vi hoje.
De mike a 25 de Maio de 2008 às 01:09
Sol de Primavera... bah!
O que eu embirro com a prima Vera... E não me venha dizer que ando rezingão, senão andava rezingão há 33 anos. (risos)
... E seja o quo sol não quiser... :)
De Ana Vidal a 25 de Maio de 2008 às 01:42
LOL. Nada rezingão mesmo, como se prova...
E porque é que anda rezingão há 33 anos, conte lá? É tudo por causa da prima, coitada???
De Luísa a 25 de Maio de 2008 às 04:58
Querida Ana, que pena ter suspendido as suas adendas. Já começava a achar graça a esta «desgraçada» instabilidade. :-)
De Ana Vidal a 25 de Maio de 2008 às 13:31
Foi só porque ia passar o dia todo nisso, Luísa...
Um beijinho
:)
De Luísa a 25 de Maio de 2008 às 14:16
Mas era isso mesmo que se pretendia, Ana. Tê-la connosco o dia todo. :-)
De sofia a 26 de Maio de 2008 às 16:34
Que maravilhoso foi o meu Sábado, apesar do sol, da chuva, das nuvens! Lá andei eu o dia todo atrás do sol!

Acordei quando a chuva parou (não vale perguntar as horas!); aproveitei o sol, almocei no pátio (não digo o que foi, mas chegas lá!), vi um 'mini-tornado' no mar, passeei ao pé da praia, apanhei uma molha pequenina... e adivinha? Sim, estava de sandálias e manga curta!

beijinhos

beijos
De Ana Vidal a 26 de Maio de 2008 às 16:49
Mas que dia tão completo, miúda!
Beijinhos, sortuda.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds