Terça-feira, 20 de Maio de 2008

Botero no masculino

(clicar para aumentar)

 

Com dois dias de atraso, aqui se comemora o dia internacional dos Museus. Assim, com esta fotografia do Museu de Arte Moderna de Sintra, em cuja entrada exterior impera um monumental torso de Botero. É flagrante o contraste com a delicada figurinha belle-époque, também em bronze, que dança graciosamente no alto da fachada deste belíssimo edifício dos anos 20, concebido para ser um Casino.

 

(Private joke a que não resisto: a minha escolha destina-se a tentar equilibrar (em género) uma overdose de boterianas nutridas que o meu amigo M. tem analisado à lupa. Neste caso, só uma coisa me inquieta na magnífica exibição de musculatura masculina - a preocupante desproporção que a minúscula parrinha oculta...)

 

Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 15:29
link do post
17 comentários:
De fugidia a 20 de Maio de 2008 às 17:35
Ora, ora, querida Ana, de que serve ser... hã... de "menor desproporção" se... hum... não se souber como utilizar...?



Beijinho
De Ana Vidal a 20 de Maio de 2008 às 17:44
Lá isso é verdade, Fugidia. ... tamanho nunca foi documento!
Beijinho
De O Réprobo a 20 de Maio de 2008 às 18:35
Minhas Amigas,
cá venho explicar-Vos os factos da vida, para Vosso descansp. Eu disse descanso? Não preciso de acrescentar mais. Ponham as cabecinhas a funcionar. Ai!
Pronto, beijinhos e adeus, antes que me joguem na rua a pontapé!
De Ana Vidal a 20 de Maio de 2008 às 22:02
Não, caro Réprobo, disse "descansp"!
beijinhos
De psb a 20 de Maio de 2008 às 20:09
Ah, ah, ah, ah... (riso amarelo)!
Agora entramos (logo dois posts ) a ridicularizar o género masculino?
Não bastava apresentar a escultura sem comentários escarninhos? Era preciso quase pôr uma lupa em cima da parra, Ana? Os Botero do M. são sempre apresentados com uma descrição elogiosa do género feminino, apesar da volumetria sempre excessiva dos modelos apreciados.
Beijos, ainda amarelos...
De Ana Vidal a 20 de Maio de 2008 às 22:08
Touchée, Pedro... mas há casos em que é preferível que a volumetria peque por excesso do que por defeito...
Enfim, já nos divertimos um bocadinho, não foi, meninas?
Prometo reabilitar a imagem dos ofendidos em próximo post!
Beijos azuis
De Teresa a 20 de Maio de 2008 às 23:19
Size matters. Tenho dito.
Entendam como quiserem...
De Ana Vidal a 20 de Maio de 2008 às 23:56
LOL. Mais explícito é difícil, Teresinha! Não vejo segunda interpretação... mas enfim, não concordo. Sise with no art doesn't matter at all.
De Samuel a 21 de Maio de 2008 às 00:11
O Porta do Vento continua em grande forma na nova casa.
Tenho andado tão "distraído" que nem tinha dado pela mudança.
Está corrigido o erro e feito o upgrade do link.

Abreijos
De Ana Vidal a 21 de Maio de 2008 às 01:41
Olá, Samuel! Bem-vindo de novo às lides, agora que deu com o novo caminho.
Um beijo
De mike a 21 de Maio de 2008 às 10:54
Humm... essa de ter apagado o meu comentário (sem querer?) num post deste teor não sei o que deixará as pessoas a pensar (risos). O que eu dizia era mais ou menos assim: olhem para o que aqui vai... a Ana fala de uma private joke, eu chego aqui e deparo-me com paletes de jokes... é size para cá, parra para lá, desempenho para aqui, tamanho para aculá, risinhos divertidos de adolescentes para aculi... meninas, nem a desconversar eu corei tanto. É que os Boteros que são alvo de desconversas são figuras inocentes de mulheres não menos inocentes. :)
Caros Pedro e Réprobo, a silly season aparece mais cedo às meninas? Pois... como tu, eu sei.
De mike a 21 de Maio de 2008 às 10:55
como tudo.
De Ana Vidal a 21 de Maio de 2008 às 11:45
Pois é, Mike, as meninas são precoces. LOL
Mas essa da vossa inocência é engraçada. Eu também sou uma grande mentirosa...
De Huckleberry Friend a 21 de Maio de 2008 às 16:35
Descomplexado, venho só chamar a atenção para a última série de obras (http://www.elpais.com/fotografia/Fernando/Botero/elpdiacul/20080521elpepicul_6/Ies/) de Botero, de quem tanto gosto...
De Ana Vidal a 22 de Maio de 2008 às 00:27
Gostei do descomplexo. Quem não deve não teme, não é Huck?
Obrigada pela dica do Botero, de quem também eu gosto muito.
De JP a 21 de Maio de 2008 às 18:58
Se calhar o senhor, além da falta de cabeça, estava com frio...

Hoje é dia de festa no blogue "Regresso ao Eldorado"!
Passa por lá e come uma fatia de bolo!

Beijos.
De Ana Vidal a 22 de Maio de 2008 às 00:26
É o lendário frio de Sintra, coitado.
Já lá vou ao bolinho, JP. É que é já a seguir.
:)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds