Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

Até amanhã

Uma canção que adoro, duas versões em que é difícil escolher a melhor: 
Sting
e Eva Cassidy - Fields of Gold.

Até amanhã.

 
Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 01:28
link do post
13 comentários:
De Anónimo a 25 de Abril de 2008 às 12:14
LIBERDADE - MIGUEL TORGA

– Liberdade, que estais no céu...
Rezava o padre nosso que sabia
A pedir-te, humildemente,
O pão de cada dia.
Mas a tua bondade omnipotente
Nem me ouvia.

– Liberdade, que estais na terra...
E a minha voz crescia
De emoção.
Mas um silêncio triste sepultava
A fé que ressumava
Da oração.

Até que um dia, corajosamente,
Olhei noutro sentido, e pude, deslumbrado,
Saborear, enfim,
O pão da minha fome.
– Liberdade, que estais em mim,
Santificado seja o vosso nome.

Miguel Torga
Albufeira, 28 de Agosto de 1975
in Diário XII
De Ana Vidal a 25 de Abril de 2008 às 19:08
Um belíssimo poema sobre um tema muito a propósito, no dia de hoje. Embora eu não seja a maior fã de Torga como poeta, concordo que alguns são muito bons.
De Mike a 25 de Abril de 2008 às 13:32
Uma canção que gosto e percebo, (a sério que percebo) a sua dificuldade em escolher a melhor, dificuldade que eu não tive. Eva Cassidy tem uma voz límpida, segura, cristalina e tão melodiosa. Parece que pega em nós, como um encantador de serpentes e leva-nos para onde ela quiser. Por isso a minha escolha vai para o Sting. E nem hesitei. :)
Bom feriado.
De Ana Vidal a 25 de Abril de 2008 às 19:03
LOL. Que bom ser assim tão decidido, Mike!
Nunca tem duvidas e raramente se engana, não é?
Como neste caso...
Bom fim de semana
De Mike a 25 de Abril de 2008 às 22:22
Nem pensar AV... esse senhor é o Professor Aníbal Cavaco Silva (risos).
Mas neste caso, sim. Não tive dúvidas, o que não quer dizer que não esteja enganado. ;)
De Cristina Ribeiro a 25 de Abril de 2008 às 14:24
Me gusta tambien. Mucho.
As duas versões.
Beijino
De Ana Vidal a 25 de Abril de 2008 às 19:01
Por supuesto, Doña Cristina!
Un besito
De O Réprobo a 25 de Abril de 2008 às 17:48
É excelente, mas prefiro de longe a versão feminina, apesar de, nos meus tempos, ter sido fã dos Police. O Sting aqui parece que está a segredar.
Beijinho, Querida Ana
De Ana Vidal a 25 de Abril de 2008 às 19:00
Gosto muito da Eva Cassidy, Paulo, mas deixe que lhe diga que o Sting segreda muito bem...
Beijinho
De Teresa Ribeiro a 26 de Abril de 2008 às 23:49
Ah! Adoro este tema, talvez seja o meu preferido de Sting.
De Ana Vidal a 27 de Abril de 2008 às 00:17
Também é capaz de ser o meu, Teresa. Mas eu sou suspeita, gosto muito do Sting (e muito mais agora do que no tempo dos Police).
De Sofia a 28 de Abril de 2008 às 11:46
Claro que não és a maior fã... a maior sou eu!

Miúda, roubaste-me o próximo Cais das codornizes!!! Adoro esta música em qualquer uma das duas vozes!

beijinhos
De Ana Vidal a 28 de Abril de 2008 às 12:48
Sorry, sorry.
Mas há mais versões do Fields of Gold. Ou, se quiserem, ponham lá estas mesmas.
Beijinhos

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds