Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Patinhês



Ouvido há pouco, na SIC Notícias: "A minha verdade é a força da sintonia com as novas elites do PSD, no seio das bases" .

Esta pérola de clareza e profundidade é a divisa do Programa de Campanha de Patinha Antão, que foi logo declarando apoiar Alberto João Jardim se a sua própria candidatura não vencer.

Com "elites" deste calibre, não me parece que as bases vão longe...

(Imagem: Cartoon de Millôr Fernandes)

Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 15:54
link do post
10 comentários:
De Júlia a 23 de Abril de 2008 às 16:33
ahahah

humor cáustico, à minha moda

gostei!
!
De Ana Vidal a 23 de Abril de 2008 às 18:13
O Millôr é o máximo, Júlia.
Também gosto imenso.
De OnceinaWhile a 23 de Abril de 2008 às 16:52
é "giro" quando dizem imenso sem querer dizer nada não é? e como quem não quer a coisa, ou querendo, lá vão desbravando outro caminho que este pode terminar já ali e sem direito a voltar atrás ..

Birlhante humor Ana *
De Ana Vidal a 23 de Abril de 2008 às 18:12
Nem mais, Once...
Como é que se pode respeitar gente assim?
Beijinho
De Cristina Ribeiro a 23 de Abril de 2008 às 19:17
E teve a coragem de dizer isso sem tradutor? Convenhamos que é um homem que enfrenta os riscos de peito aberto.
De Ana Vidal a 23 de Abril de 2008 às 21:11
LOL. Um verdadeiro herói, Cristina!
;)
De O Réprobo a 23 de Abril de 2008 às 20:53
E, Querida Ana, muito na linha do Deputado Assunção, de que falei ontem...
A classe dirigente do demo-liberalismo português não tem emenda, é o que é.
Beijinho
De Ana Vidal a 23 de Abril de 2008 às 21:09
São os novos acacianos, Paulo, tem razão. E o pior é que vingam, neste país de gente pouco exigente.
De Mike a 23 de Abril de 2008 às 22:26
Essas "elites" só elas próprias se acham assim. As bases devem estar a dizer, sem acordo ortográfico, "os cães ladram e a caravana passa". O problema é que enquanto dizem, interrogam-se "passa por onde? e vai para onde?"
Que tristeza fransciscana...
De Ana Vidal a 23 de Abril de 2008 às 22:39
Só a tristeza, Mike. A arrogância destes "iluminados" é muito pouco franciscana, ao contrário da humildade que deviam ter com tanta asneira que dizem.
A caravana passa, mas já nem damos por ela...

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds