Domingo, 11 de Novembro de 2007

Castanhas de S. Martinho


Mesmo com este calor e a 1€ a meia dúzia (inacreditável, não é?) é obrigatório comer castanhas hoje. É uma tradição, e esta, para mim, ainda é o que era. Talvez só porque gosto muito de castanhas assadas. E já que se fala em tradição, aqui ficam alguns ditos populares sobre este petisco de S. Martinho:
• A castanha tem uma manha, vai com quem a apanha.
• Castanha que está no caminho é do vizinho.
• Castanhas do Natal, sabem bem e partem mal.
• Da castanha ao cerejo, mal me vejo.
• No dia de São Martinho, há fogueiras, castanhas e vinho.
• Na família da castanha o pai é pingão, a mãe é raivosa e a filha é amorosa.

publicado por Ana Vidal às 15:30
link do post
7 comentários:
De av a 15 de Novembro de 2007 às 01:47
Meu Deus, isso deve ser uma delícia!! Sem açucar, prefiro. Faz sentido e deixa água na boca...
Amanhã conta-me mais sobre essa maravilha, tenho que experimentar isso.
Boa noite, bjs
De JuliaML a 15 de Novembro de 2007 às 01:29
A falacha é um petisco do Douro Litoral. A sua confeção está no segredo dos deuses e dos poucos falacheiros que sepre escassearam.. básicamente e a olho nu:
- É castanha em pasta, tem aspecto espalmado de um prato, e a envolver de um lado e doutro duas folhas de plátano. Come-se frita e a acompanhar com carne. Se preferir tb pode juntar-lhe açucar e saboreá-la assim. Sempre foi muito cara, desde que me conheço ,pois sempre escassearam os falacheiros. Na Régua quando eu era menina haviam 3. Agora só há um na estrada que vai para Lamego.


beijinho

ps- estou tonta desono,nem sei se o que escrevi faz sentido
De av a 15 de Novembro de 2007 às 01:14
Oh, Júlia, o que me foi lembrar... não sei o que são Falachas (o que são, já agora?), mas sopa de castanhas é dos melhores petiscos que me podem dar!

um beijo, volte sempre
De JuliaML a 15 de Novembro de 2007 às 01:07
eu gosto delas cozidas com erva doce. Sopa de castanhas e "FALACHAS". Pena já não haver falacheiros no Douro, só existe um que eu saiba...

abraço
De ana vidal a 12 de Novembro de 2007 às 03:07
Saiu muito bem mesmo! O cheirinho chegou até aqui...
Bjs ;)
De Sofia a 12 de Novembro de 2007 às 02:11
Quem lembrou do São Martinho, quem foi?

Pois o melhor mesmo é comprar a 1 euro o quilo e fazer em casa! Foi o que fizemos e vai lá ver ao Cais se não saiu bem?

Beijinhos e bom São Martinho
De jayme a 11 de Novembro de 2007 às 23:07
Taí, com ditos tão belos só mesmo por um euro a meia dúzia. Que beleza, Ana. Deu vontade de estar em Portugal.

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds