Quarta-feira, 12 de Março de 2008

Esclarecimento

Uma Frésia, para quem não conhece.
Como diria Magritte, "ceci n'est pas une fleur".
"C'est un bijou de la nature", acrescento eu.
Etiquetas:
publicado por Ana Vidal às 11:27
link do post
8 comentários:
De av a 13 de Março de 2008 às 12:57
Sofs: Brássicas? Essas não conheço...

Paulo: Esse é, seguramente, o elogio mais original que este blog já teve!

Leonor: Tu percebes de flores, que eu sei. As tuas são lindas.

Mariav: Já começaram a aparecer, mas ainda é cedo para elas. Também adoro jarras com todas as cores misturadas, mas tenho uma dúvida: essas, de todas as cores, não se chamam "ervilhas de cheiro"? É que, se não são as mesmas, são muito parecidas.

Musqueteira: As túlipas também são lindas.

Pitucha: Os nomes das flores raramente são tão bonitos como elas. Basta que fixes a imagem e, se as comprares, nunca mais esquecerás também o aroma.

AQ: Tens razão, as camélias são uma flor deslumbrante. Vi em Guimarães (no Paço de S. Cipriano, um solar do séc. 14), um jardim com muros e buchos de camélias, recortados à francesa, e nunca mais esqueci a beleza daquilo.
De African Queen a 13 de Março de 2008 às 10:40
São lindas, sim senhora :) mas das frésias o que mais gosto é mesmo o aroma doce, forte... uma flor tão frágil e pequenina que enche o mundo de cor e de perfume.
Mas as minhas flores preferidas são mesmo as camélias. Há certos lugares que quando as camélias abrem explodem de cor e me emocionam.
De Pitucha a 13 de Março de 2008 às 08:31
Aprender. Aprender todos os dias! Mas não garanto que decore tal nome. Mas que são lindas, são.
Beijos
De musqueteira a 13 de Março de 2008 às 08:11
... Tulipas de todas as cores!
De MariaV a 12 de Março de 2008 às 23:21
As frésias também são as minhas flores preferidas. Gosto delas de todas cores, misturadas, a perfumar a casa como mais nenhumas conseguem. A propósito: agora não é tempo delas, pois não? É que não as tenho visto...
De leonor a 12 de Março de 2008 às 14:44
Adoro frésias também :-)
De O Réprobo a 12 de Março de 2008 às 12:50
Un Geste de Sympathie, acrescento eu. Muito reconhecido! Vir à «Porta do Vento» é a melhor profilaxia para não morrer parvo, como sói dizer-se.
Beijinho, gostei muito. A flor é lindíssima.
De Sofia a 12 de Março de 2008 às 12:46
Eu prefiro as brássicas!
beijos

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

favoritos

O triunfo dos porcos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil


ver perfil

. 16 seguidores

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds