Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Sul


E porque a minha bússola aponta sempre o Sul, aqui fica uma belíssima canção de alguém que percebe muito bem o que eu quero dizer. Bom Domingo.

(O Extremo Sul - José Miguel Wisnik)


O extremo Sul
lá na fronteira onde beira o firmamento
o céu azul
que te escondeu atrás do véu do pensamento
onde eu e tu
sabemos bem que vai e vem o esquecimento
que leva tudo
e nos mantém vivos, suspendidos no tempo

Protege bem
o lume aceso do desejo assim tão vário
guarda e contem
o mundo inteiro num luzeiro solitário
que tu completas
com teu jeito e teu exemplo originário
de quem contempla
o firmamento como um tempo planetário

Até amanhã
se Deus quiser
eu deixo tudo o que eu tenho
e vou aí te ver
te amo tanto
te chamo tanto
e será sempre mais ao Sul
ou mais azul
felicidade
o sonho de viver

Etiquetas: ,
publicado por Ana Vidal às 00:18
link do post
7 comentários:
De Hetie a 29 de Janeiro de 2008 às 14:30
Maravilhoso, tranquilo, emocionante, ja que realizamos nosso sonho de viver e trabalhar aqui. Este ano seremos cidadaos americanos! melhor impossivel...
Vamos nos falando. Abracos...Hetie
De av a 28 de Janeiro de 2008 às 14:52
Olá, Hetie.
Obrigada, mais uma vez, por tanta simpatia. Que tal viver aí, em Miami?
De Mama & Papa a 28 de Janeiro de 2008 às 04:21
Jesus, Maria e Jose!!!! quanta honra. obrigada por sua visita. FIQUEI REALMENTE ENCANTADA E EMOCIONADA. O papa ainda nao sabe da novidade; esta tarbalhando e nao vejo a hora que ele chegue para contar. Eu simplesmente ADORO essa sua letra. Profundamente linda. Parabens. Compreendo bem que eh para um grande amor. A transportei para dizer o amor que tenho por meus filhos.Ah, ja consertei o engano na letra. Desculpe. Escrevi o que tinha entendido. Hoje, domingo, o papa e eu, enquanto preparavamos o almoco de domingo, cantavamos, felizes, sua musica... ficou "ancorada em nos". Desculpe se nao dei o devido credito a vc como autora de tao bela letra... mas ja estarei fazendo isso em breve...agora vou ler seu blog com calma, pq a emocao nao me deixou faze-lo direito ainda. Ja era sua fa sem te conhecer, e seu recado me cativou mais ainda...vou sempre te visitar por aqui e espero ve-la no nosso blog tambem...puxa que maravilha...ganhei o domingo...Muito obrigada...Hetie
De av a 28 de Janeiro de 2008 às 01:00
Não me espanta, Leonor.
;)
De leonor a 27 de Janeiro de 2008 às 22:51
A minha bússola também está sempre para sul :-)
De av a 27 de Janeiro de 2008 às 20:59
Nada disso, Capitão. Isto não tem nada a ver com as guerrinhas Lisboa/Porto...
Para mim o Sul significa a luz, a temperatura, as cores, os cheiros e uma certa maneira de estar na vida, que tem a ver com uma das metades do planeta (e não do nosso país) com que eu me identifico completamente, apesar de Portugal até estar, curiosamente, no hemisfério norte. O Sul é, como se diz aí no Brasil, "a minha praia".
Boa semana para ti
De Capitão-Mor a 27 de Janeiro de 2008 às 20:42
Isso será uma atitude sulista e elitista? :)

Comentar post

brisas, nortadas e furacões, por


Ana Vidal
Pedro Silveira Botelho
Manuel Fragoso de Almeida
Marie Tourvel
Rita Ferro
João Paulo Cardoso
Luísa
João de Bragança

palavras ao vento


portadovento@sapo.pt

aragens


“Não sabendo que era impossível, foi lá e fez."

(Jean Cocteau)

portas da casa


Violinos no Telhado
Pastéis de Nada
As Letras da Sopa
O Eldorado
Nocturno
Delito de Opinião
Adeus, até ao meu regresso

Ventos recentes

Até sempre

Expresso do Oriente (3)

Expresso do Oriente (2)

Expresso do Oriente (1)

Vou ali...

Adivinhe quem foi jantar?

Intervalo

Semibreves

Pocket Classic (A Educaçã...

Coentros e rabanetes

Adivinhe quem vem jantar?

Moleskine

Lapsus Linguae

Semibreves

Sou sincera

Rosa dos Ventos

Livros



Seda e Aço


A Poesia é para comer


Gente do Sul

E tudo o vento levou

Perfil

Technorati Profile

Add to Technorati Favorites

Ventos do mundo

Ventos de Passagem


visitantes online

Subscrever feeds